Envie sua redação!
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#45034
Em 1948, foi promulgado a Declaração Universal dos Direitos Humanos com a finalidade de assegurar a todos os indivíduos o direito aos serviços públicos de maneira universal. Todavia, essa não é a realidade no Brasil, visto que a falta de infraestrutura adaptada impossibilitam o processo de isonomia. Sendo assim diante de uma realidade instável, é imprescindível analisar as raízes problemáticas, para uma resolução imediata.
Primordialmente, é fulcral expor que a falta de acessibilidade é decorrente da baixa atuação dos governantes para inibir a ocorrência de tais fatores. Partindo desse pressuposto, foi sancionada em 1989 a Lei que integra a pessoa com deficiência, através de políticas nacionais, assim os órgãos públicos e privados devem garantir que esses indivíduos obtenha dos serviços sem distinção, garantindo assim sua autonomia.
Outrossim, é importante salientar que em 1988 a Constituição Federal foi promulgada com o pressuposto de garantir todos os direitos sociais, de maneira universal e integral. Dessarte , o trabalhador do setor público deve resguardar o direito ao seu cliente, garantindo o princípio de equidade e universalidade. Assim, o serviço público contribue para a evolução desse quadro deletério, e apaga a figura do servidor público, como um ser preguiçoso, incoerente e corrupto, bem como no filme de animação "zootopia: essa cidade é um bicho" o autor faz uma metáfora entre o bicho preguiça e o servidor público administrativo.
Portanto, medidas exequíveis se tornam primordiais. Dessarte, com o intuito de minimizar os impactos sociais a essa parcela da população, é imprescindível que o Tribunal de Contas da União direcione capital ao Ministério da infraestrutura, que será revertido na modificação estrutural pública, por exemplo a construção de rampas, barras de apoio e atendimentos domiciliares . Assim como, a formação e capacitação dos servidores, com curso de LIBRAS. Como resultado, essas modificações irão possibilitar a aproximação do usuário, além de garantir os seus direitos e assegurar a sua autonomia.
#45078
Em 1948, foi promulgada [feminino] a Declaração Universal dos Direitos Humanos com a finalidade de assegurar a todos os indivíduos o direito aos serviços públicos de maneira universal. Todavia, essa não é a realidade no Brasil, visto que a falta de infraestrutura adaptada impossibilitam o processo de isonomia. Sendo assim, [vírgula] diante de uma realidade instável, é imprescindível analisar as raízes problemáticas, para uma resolução imediata.
* Introdução padrão, poderia citar os argumentos que iria desenvolver
* Essa banca pega pesado na norma da língua, mais atenção na escrita e pontuação


Primordialmente, é fulcral expor que a falta de acessibilidade é decorrente da baixa atuação dos governantes para inibir a ocorrência de tais fatores. [melhore o conectivo] Partindo [evite gerúndio] desse pressuposto, foi sancionada em 1989 a Lei que integra a pessoa com deficiência, através por meio de políticas nacionais, assim os órgãos públicos e privados devem garantir que esses indivíduos obtenha dos serviços sem distinção, garantindo [cuidado com o gerúndio] assim sua autonomia.
* Trouxe repertório e não argumentou. Seu tema é sobre os desafios, faltou problematizar, trazer um desafio aqui e no outro parágrafo desenvolver um diferente
* Sugiro estudar a estrutura do desenvolvimento: chamamento do argumento + repertório + argumentação + arrematação


Outrossim, é importante salientar que em 1988 a Constituição Federal foi promulgada com o pressuposto de garantir todos os direitos sociais, de maneira universal e integral. Dessarte, o trabalhador do setor público deve resguardar o direito ao seu cliente, garantindo o princípio de equidade e universalidade. Assim, o serviço público contribui para a evolução desse quadro deletério, e apaga a figura do servidor público, como um ser preguiçoso, incoerente e corrupto, bem como no filme de animação "zootopia: essa cidade é um bicho" o autor faz uma metáfora entre o bicho preguiça e o servidor público administrativo.
* Fugiu o tema aqui, não abordou sobre a acessibilidade e seus desafios
* Os desafios da acessibilidade são de oportunidade (poucas vagas), estrutura (têm órgãos que não tem rampa, calçada apropriada, banheiros...), transporte e mobilidade, preconceito, enfim... São essas coisas que você deveria abordar


Portanto, medidas exequíveis se tornam [tornam-se] primordiais. Dessarte, com o intuito de minimizar os impactos sociais a essa parcela da população, é imprescindível que o Tribunal de Contas da União direcione capital ao Ministério da infraestrutura, que será revertido na modificação estrutural pública, por exemplo a construção de rampas, barras de apoio e atendimentos domiciliares . Assim como, a formação e capacitação dos servidores, com curso de LIBRAS. Como resultado, essas modificações irão possibilitar a aproximação do usuário, além de garantir os seus direitos e assegurar a sua autonomia.
* A conclusão está ótima, só deveria ter abordado essas dificuldades no desenvolvimento

Espero ter ajudado! ;)
#45152
@EllyAraujo, Então, por fugir do tema a consulpam zeraria a sua redação. Mas sem levar isso em consideração, não acho que você ficaria na média por exemplo, metade da nota não alcançaria.
A redação nessa banca costuma valer 100 pontos:
70 de argumentação - você ficaria com a nota de 0 a 20 pontos
10 de concordância e coerência - aqui deveria ganhar de 3 a 5 pontos
10 de morfossintaxe - em cada erro pronominal, de regência, o gerundismo... iria perder 1 ponto
10 de pontuação, acentuação e ortografia - a mesma coisa, cada erro seria menos 1 ponto

Esse é o espelho de correção, o critério dessa banca. É importante lembrar que em concurso eles não relevam erros, se tem um erro de pontuação, eles tiram nota mesmo. No enem que costumam relevar um erro e outro.
#45223
@EllyAraujo, Mas isso é para você se sentir no serviço público, como se você vivesse a realidade do servidor, estivesse no órgão observando tudo, é isso o que a banca quer dizer.
Nesse tema de acessibilidade, você como servidora pública observa quais desafios das pessoas com deficiência? É essa a abordagem, tem que se limitar ao assunto do tema, não pode trazer uma realidade do servidor em geral, porque o tema é sobre uma categoria dos servidores - os com deficiências.
O que você poderia ter feito, seria ter trago a realidade geral, mas encaixado aos deficientes. Poderia até argumentado que o servidor público já tem fama de lento e preguiçoso e por isso há um desinteresse dessa inclusão, por conta do preconceito que existe diante as pessoas com deficiência - o pensamento da sociedade seria mais ou menos: "ah o serviço público já é devagar, ainda colocam uma pessoa com dificuldades, piora tudo".

É isso! Até indico olhar para tema e refletir primeiro, fazer uma listinha do que pode problematizar, dos desafios, a realidade, as possíveis soluções, enfim... :)

Glenda:Descordo totalmente ! A partir do momento […]

Pedro9 , Para mensionar é [menton]Nome[/m[…]

A constituição de 1988 documento jur[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM