Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#60010
Na obra "Utopia", do escritor inglês Thomas More, é retratada uma sociedade perfeita, na qual o corpo social padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. Contudo, o que se observa na realidade brasileira é o contrário do que o autor prega, uma vez que os desafios na alfabetização brasileira apresentam barreiras, as quais dificultam a realização de medidas para contê-la. É lícito afirmar que essa problemática ocorre devido à negligência do Estado, quanto da desigualdade entre elites.
Sob esse viés, evidência-se por parte do Estado, a falta de medidas para resolver esse impasse. Essa lógica é comprovada pelo fato de que o Estado mostra-se passivo na realização de alternativas que podem melhorar esse cenário. Condicionado a ser um órgão nacional responsável por realizar a efetivação de políticas públicas para o melhor funcionamento da sociedade, tal órgão direciona os mínimos recursos para a educação e, negligenciam ações como criação de redes de ensino que posteriormente poderiam universalizar esse processo. Desse modo, faz-se necessário a reformulação da postura do Estado de forma urgente.
Ademais, é imperativo ressaltar a desigualdade entre as elites como promotora do problema. Segundo Nick Couldry, filósofo inglês: "existem vozes que por serem minorias, acabam sendo postas à inexistência". Partindo desse pressuposto, é fato que o sistema de direitos educacionais estão concentrados mais nas mãos da parcela que detém o status social mais elevado, o que causa desigualdade entre àqueles que vivem em locais onde tal direito não está presente. Tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que as desigualdades elitistas contribuem para a perpetuação desse quadro deturpado.
Portanto, verifica-se a necessidade de ações que venham a conter os desafios na alfabetização brasileira. Por conseguinte, cabe ao Tribunal de Contas da União, direcionar capital, que por intermédio do Estado, será convertido na criação de escolas em locais periféricos da sociedade, bem como na contratação de profissionais especializados, a fim de levar a alfabetização em escala igual para todos. Somente assim, o que foi dito por More se concretizará e levará mais pessoas a usufruir desse direito.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Ashiley Oii, você poderia corrigir minh[…]

É de conhecimento geral que, a tradi&ccedi[…]

.Promulgada em 2014 , a Lei 12.965/2014 tem o obje[…]

GabiNatali oi, você pode analisar minha re[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM