Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#46247
A Lei Áurea, sancionada pela Princesa Dona Isabel em 1888, aboliu a escravidão no Brasil, o que foi uma grande conquista para a evolução do meio social no país, porém os ex escravos da época não tiveram a devida integração à sociedade. Essa desintregação social trouxe como consequências: a discriminação, o racismo, os preconceitos constantes tanto no trabalho como na vida cotidiana, a alta criminalidade e a pobreza entre os negros. É evidente que no Brasil a desigualdade racial permanece, e mesmo com o surgimento e intensificação de movimentos sociais raciais, que propõe cada vez mais a redução dessa desigualdade, podendo citar o Black Lives Matter (BLM), ainda é visível a presença dessa desigualdade na sociedade nos dias atuais.
No meio profissional, dos atuantes em cargos de liderança, apenas 29,9%, segundo pesquisas do IBGE, são negros e pardos, e somente 24,4% dos mesmos estão cargos políticos, exemplificando a câmara dos deputados, assim credibilizando a existência contínua e operante da desigualdade racial, ainda intensa, no Brasil. Essa desigualdade não está apenas presente no meio profissional, mas também em meio a criminalidade, educação e pobreza, meios que exigem a redução imediata do problema.
O BLM, intensificado no início de 2020, é um movimento anti-racista, pregado contra forças maiores, como exemplo militares e políticos, exigindo mais respeito e empatia pelo próximo, independente de sua cor, com objetivo de diminuir a violência de ódio contra os negros. Esse protesto em 2020, levantou questões sobre a desigualdade racial operante no Brasil, gerou discussões de como essa problemática necessita de mudanças, e como podemos melhorar como sociedade, exigindo de cargos públicos a busca da equidade entre raças, a fim de minimizar consequências causadas pelo passado brasileiro.
Contudo, destacado o quanto a desigualdade social ainda é intensa no cenário brasileiro, fica claro que medidas são necessárias para atenuar essa problemática. Cabe então ao governo, dar auxílio aos negros e pardos, buscando a equidade das raças, como a criação de novas leis, a fim de dar - lhes mais oportunidades na vida e viverem com maior qualidade. Além de ser necessário que as mídias e emissoras proporcionem, cada vez mais, o aumento de debates e discussões sobre a desigualdade racial, por meio das redes sociais, jornais e televisão, com objetivo de aumentar a conscientização das pessoas, visando assim, o melhor convívio e bem estar da população brasileira como um todo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desde sempre na humanidade a oralidade está[…]

A constituição federal de 1988, docu[…]

A busca pela aparência perfeita

A busca descontrolada pela aparência perfeit[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM