Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#47728
Com o advento da Revolução Industrial,e a manufatura sendo substituída pela maquinofatura,a vida de demasiadas pessoas ficaram dificultosas.Diante disso,percebe-se como a mesma afetou de forma crucial o mercado de trabalho,principalmente para os jovens.Destarte,convém destacar a falta de experiência e a negligência governamental como alguns dos desafios que a juventude enfrenta para a implementação no meio trabalhista.

A priori,nota-se como a escassez de experiência intensifica o revés.Nesse ínterim, compete fazer menção ao intelectual Montesquieu,"os fins justificam os meios".Sob o pensamento do mesmo,fica claro como a juventude contemporânea sofre de maneira constante devido a falta de prática.Ademais,é necessário destacar que as empresas optam por funcionários experientes,entretanto os jovens possuem uma ineficiência em comparação as outras faixas etárias.Com isso, observa-se a desvantagem do adolescente em relação ao restante do país.

É importante ressaltar,paralelo a isso, como a displicência gestorial, contribui para a problemática vigente.Nesse âmbito, cabe inserir a Constituição Federal a qual relata a obrigação do Estado em função ao bem-estar de todos os cidadãos.À luz dessa perspectiva, confere-se que em alguns casos o governo faz-se contrário a esse documento, de modo que a inclusão para os jovens no meio de trabalho ainda seja um impasse.Outrossim,vale salientar ao físico Isaac Newton,"construímos muitos muros e poucas pontes".Para tanto,é vidente como a inércia do Estado concentra a construção de barreiras para a entrada dos jovens no mercado de trabalho.

Por fim,diante dos desafios supramencinados, é necessário a ação do governo para mitigá-los.Nesse sentido,cabe ao poder público,na figura do Ministério da Educação,implementar nas escolas cursos preparatórios, com aulas práticas e teóricas e profissionais adequados.Além disso, os jovens duas vezes a semana deverão participar de experiências de emprego(em horários opostos às aulas)para se especializar e observar na prática determinadas situações. Sendo assim,o governo conquistará o bem-estar nacional,como ordena a Constituição Federal e suprirá os desafios enfrentados pelos jovens.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Geralcinoj , obrigadaaa pelas instruç&oti[…]

joanavitoria Geralcinoj jherodrigues Bre[…]

A revolta da vacina, 1904, foi um manifesto de est[…]

A Leitura, está se tornando um aspecto fund[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM