Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#51827
De acordo com a Constituição Federal de 1988 - também conhecida como "Cidadã", é dever do Estado garantir uma educação de qualidade para todos os cidadãos. Conquanto, quando oberva-se que os desafios da educação de jovens e adultos (eja) são consistentes no Brasil, percebe-se que tal prerrogativa não se reverbera com ênfase na prática. Dessa forma, faz-se necessárias ações interventivas para amenizar a questão.
Em primeiro lugar, deve-se ressaltar que a falta de verbas destinadas para escolas que possuem essa modalidade de ensino, é alarmante. Nesse sentido, é tirado dos estudantes que não poderem concluir seus estudos no tempo adequado, a oportunidade de terem um ensino de qualidade. Essa conjuntura segundo as ideias do filósofo John Locke, configura -se como uma violação do "Contrato Social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar o modelo ultrapassado de ensino como impulsionador do problema. Segundo os iluministas Diderot e D'Alembert, autores da "Enciclopédia", a democratização da educação é fundamental no combate à alienação dos cidadãos, garantindo aos mesmos sua efetiva liberdade. Diante de tal exposto, o modelo de ensino da EJA precisa ser aperfeiçoado e inovador, proporcionando aos indivíduos uma maior compreensão acerca dos assuntos ministrados em sala de aula. Logo, a alienação proposta pelos iluministas ser a combatida.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, o Governo Federal - órgão responsável por organizar e regrar a sociedade, deve destinar verbas às escolas que possuem a EJA, por intermédio de políticas públicas, além disso, o Ministério da Educação de inovar o sistema de ensino desta modalidade, promovendo aos alunos uma melhor compreensão dos assuntos ensinados, a fim de proporcionar à população uma educação de qualidade, rompendo com os desafios neste campo. Assim consolidar-se-á uma sociedade mais igualitária em quê desempenha corretamente seu "Contrato Social", tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

O século XXI é marcado por diversos […]

A Declaração Universal dos Direitos […]

A insatisfação das pessoas com o pr&[…]

Pesquisei sobre o "prova disso" e a v&i[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM