• Avatar do usuário
#80223
Professor Xavier - líder dos "X-Men" nos quadrinhos e filmes - tornou-se um expressivo símbolo da inclusão social dos deficientes físicos ao romper com os deploráveis estereótipos e ao contornar as limitações do corpo. Apesar da necessária representatividade na ficção, a realidade brasileira é marcada por outros valores: a lastimável e precária infraestrutura que impede a livre circulação dos deficientes físicos, assim como o egoísmo presente em uma sociedade não inclusiva. Assim, é essencial acabar com a cultura da falta de empatia a fim de estabelecer uma civilização harmônica.
Sob essa perspectiva, a má qualidade dos serviços oferecidos restringe a liberdade destes indivíduos. Diante disso, o direito de ir e vir, garantido na Constituição Federal de 1988 e que visa a livre circulação e acessibilidade a todos os brasileiros, não é adequadamente aplicado no dia a dia do deficiente físico, seja nos pouco modernos e desconfortáveis transportes públicos, ou nas avariadas calçadas - impróprias para diversos outros grupos sociais, como cegos e idosos. Assim, evidencia-se a incompetência dos governantes em assegurar uma infraestrutura funcional a todos presentes na sociedade. Logo, é inadmissível que na contemporaneidade ainda se perpetue tamanha exclusão.
Além disso, a própria população promove a marginalização dos deficientes, resultando em uma sociedade apática e fadada ao fracasso. Nesse sentido, o conceito de modernidade líquida, desenvolvido pelo sociólogo Zygmunt Bauman, diz respeito às relações superficiais e ao forte individualismo presentes na civilização atual, trazendo, assim, uma ideia de que o homem, uma vez considerado um ser social, por Aristóteles, está cada vez mais imerso em seu egoísmo. Em concordância a isso, cenas de desrespeito aos deficientes físicos (como a ocupação de vagas exclusivas aos cadeirantes por aqueles que não possuem a mesma condição) são, lamentavelmente, comuns na rotina dos brasileiros. Portanto, essa realidade demonstra que não bastam apenas medidas governamentais para fortalecer a inclusão, necessita-se, também, que o corpo social haja de forma coletiva.
Logo, conclui-se que a precariedade dos serviços e o preconceito desafiam ainda mais o ir e vir dos portadores de deficiência física. À vista disso, cabe ao Governo Federal, por intermédio do Ministério do Desenvolvimento Regional, em conjunto aos estados e municípios, por meio de maiores investimentos e pesquisas na área de acessibilidade, modernizar os meios de transporte público, assim como reavaliar o planejamento urbano levando em consideração a ideia do desenho universal, com o intuito de garantir os devidos direitos àqueles que possuem necessidades físicas especiais. Somente assim, os deficientes físicos estarão devidamente inclusos na sociedade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Obrigado, se possível, corrija a minha do E[…]

@eurodrigo poderia dar uma olhada?

Correção flash • Modelo ENEM […]

Correção flash • Modelo ENEM […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM