Avatar do usuário
Por RayaneSC
Quantidade de postagens
#119741
Na série "The Good Doctor" são retratados os desafios de Shaun, portador do espectro autista, em seu convívio por ser diferente dos demais. Não distante da ficção, pessoas que apresentam o transtorno do espectro autista (TEA) são excluídas socialmente por não se encaixarem no padrão exigido. Nesse cenário, atuam como causa da exclusão dessas pessoas a negligência estatal e a postura preconceituosa da sociedade.

Primeiramente, o descaso do Estado está na base da problemática. Segundo o pensamento de Friedrich Hegel é dever do estado proteger seus "filhos", no entanto, a legislação feita em favor de pessoas portadoras do espectro não tem sido respeitada. Nesse sentido, tal parcela da população é afetada pois as autoridades não cumprem com a responsabilidade de garantir os direitos tais como acompanhamento escolar para crianças que possuem dificuldade de aprendizado, além de oportunidades no mercado de trabalho voltado para esse público.

Ademais, outra barreira para a inclusão de pessoas com autismo é o preconceito social. Acerca disso, a teoria do fato social de Durkheim afirma que a sociedade pune aqueles que são diferentes. Sob essa perspectiva, é preciso haver a conscientização acerca do tema, propagando informações seguras, pois somente dessa forma será possível integrar as pessoas, que possuem o espectro, na sociedade. Desse modo, o meio social será mais tolerante às diferenças, ao invés de impor um padrão único para os diversos indivíduos.

Portanto, faz-se urgente que o poder público intervenha para a promoção da inclusão das pessoas com o espectro autista. Desse modo, o Ministério da Cultura deve promover a conscientização acerca do tema a partir das escolas, por meio de palestras nas escolas. A ação deverá contar com a participação de especialistas, os quais falarão a respeito do autismo e ensinarão a maneira correta de lidarem com as características do espectro. Assim, a sociedade será dedicada desde a base para lidar corretamente, sem usar de discriminação com o diferente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por Caiunao
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#119795
Olá! Segue a análise:

- "Na série 'The Good Doctor' são retratados os desafios de Shaun, portador do espectro autista, em seu convívio (Convívio com quem ou o que?) por ser diferente dos demais.". Creio que nessa frase você quis dizer "em seu COTIDIANO", encaixaria melhor.
- "Segundo o pensamento de Friedrich(,) é dever do estado [...]"
- "[...] tal parcela da população é afetada(,) pois as autoridades [...]"
- "[...] não cumprem com a responsabilidade de garantir os direitos(,) tais como acompanhamento escolar(,) para crianças [...]"
- "[...] integrar as pessoas, que possuem o espectro, na sociedade.". Dependendo do contexto, essas vírgulas seriam necessárias, mas pelo que eu interpretei você está falando especificamente de pessoas com TEA, então não é uma informação adicional, logo o limitador "que possuem o espectro" deveria estar junto do substantivo "pessoas".
- "Assim, a sociedade será dedicada desde a base para lidar (com o que?) corretamente [...]". Eu entendi o que você quis dizer claramente, porém quem lida, lida com algo ou com alguém, então creio que seria necessário colocar o objeto indireto nessa frase: "[...] para lidar com a situação corretamente [...]"

No mais, o que te pegou foram erros de português (pelo menos foi o que eu encontrei de prejudicial, lembrando sempre que sou só um aluno com conhecimentos simples e limitados). Sua redação está bem trabalhada e desenvolvida, além de válida e coesa. Deus abençoe! Parabéns MESMO!
1
Avatar do usuário
Por RayaneSC
Quantidade de postagens
#119812
Oi @Caiunao, reescrevi a redação com os ajustes que você mencionou.
Muito obrigada pela sua correção! me ajudou a perceber as lacunas que eu deixei no texto.
Vou continuar praticando na gramática, que é a parte mais complicada para mim. Mais uma vez, muito obrigada! :D

Na série "The Good Doctor" são retratados os desafios de Shaun, portador do espectro autista, em seu cotidiano por ser diferente dos demais. Não distante da ficção, pessoas que apresentam o transtorno do espectro autista (TEA) são excluídas socialmente por não se encaixarem no padrão exigido. Nesse cenário, atuam como causa da exclusão dessas pessoas a negligência estatal e a postura preconceituosa da sociedade.

Primeiramente, o descaso do Estado está na base da problemática. Segundo o pensamento de Friedrich Hegel, é dever do estado proteger seus "filhos", no entanto, a legislação feita em favor de pessoas portadoras do espectro não tem sido respeitada. Nesse sentido, tal parcela da população é afetada, pois as autoridades não cumprem com a responsabilidade de garantir os direitos, tais como acompanhamento escolar, para crianças que possuem dificuldade de aprendizado, além de oportunidades no mercado de trabalho voltado para esse público.

Ademais, outra barreira para a inclusão de pessoas com autismo é o preconceito social. Acerca disso, a teoria do fato social de Durkheim afirma que a sociedade pune aqueles que são diferentes. Sob essa perspectiva, é preciso haver a conscientização acerca do tema, propagando informações seguras, pois somente dessa forma será possível integrar as pessoas que possuem o espectro na sociedade. Desse modo, o meio social será mais tolerante às diferenças, ao invés de impor um padrão único para os diversos indivíduos.

Portanto, faz-se urgente que o poder público intervenha para a promoção da inclusão das pessoas com o espectro autista. Desse modo, o Ministério da Cultura deve promover a conscientização acerca do tema a partir das escolas, por meio de palestras nas escolas. A ação deverá contar com a participação de especialistas, os quais falarão a respeito do autismo e ensinarão a maneira correta de lidarem com as características do espectro. Assim, a sociedade será educada desde a base para lidar corretamente com o diferente, sem usar de discriminação.
1
Avatar do usuário
Por Casey12
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos
#120193
RayaneSC escreveu:Na série "The Good Doctor" são retratados os desafios de Shaun, portador do espectro autista, em seu convívio por ser diferente dos demais. Não distante da ficção, pessoas que apresentam o transtorno do espectro autista (TEA) são excluídas socialmente por não se encaixarem no padrão exigido. Nesse cenário, atuam como causa da exclusão dessas pessoas a negligência estatal e a postura preconceituosa da sociedade.

Primeiramente, o descaso do Estado está na base da problemática. Segundo o pensamento de Friedrich Hegel é dever do estado proteger seus "filhos", no entanto, a legislação feita em favor de pessoas portadoras do espectro não tem sido respeitada. Nesse sentido, tal parcela da população é afetada pois as autoridades não cumprem com a responsabilidade de garantir os direitos tais como acompanhamento escolar para crianças que possuem dificuldade de aprendizado, além de oportunidades no mercado de trabalho voltado para esse público.

Ademais, outra barreira para a inclusão de pessoas com autismo é o preconceito social. Acerca disso, a teoria do fato social de Durkheim afirma que a sociedade pune aqueles que são diferentes. Sob essa perspectiva, é preciso haver a conscientização acerca do tema, propagando informações seguras, pois somente dessa forma será possível integrar as pessoas, que possuem o espectro, na sociedade. Desse modo, o meio social será mais tolerante às diferenças, ao invés de impor um padrão único para os diversos indivíduos.

Portanto, faz-se urgente que o poder público intervenha para a promoção da inclusão das pessoas com o espectro autista. Desse modo, o Ministério da Cultura deve promover a conscientização acerca do tema a partir das escolas, por meio de palestras nas escolas. A ação deverá contar com a participação de especialistas, os quais falarão a respeito do autismo e ensinarão a maneira correta de lidarem com as características do espectro. Assim, a sociedade será dedicada desde a base para lidar corretamente, sem usar de discriminação com o diferente.

Olá,tudo bem ? Vou te dá uma breve correção

Achei no geral sua redação maravilhosa, mas no desenvolvimento 2 teria sido muito bom falar que postura preconceituosa é ela? O que ela impacta na vida de pessoas com espectro autista diretamente? Esse acrescentamento deixaria sua argumentação sem lacunas. Com tudo, parabéns e continue treinando 💕
1
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
186 Exibições
por besourokafka
Inclusão de autistas na sociedade
por Izaruiz    - In: Outros temas
0 Respostas 
12 Exibições
por Izaruiz
Inclusão dos autistas no ensino regular
por vivibarros    - In: Outros temas
0 Respostas 
99 Exibições
por vivibarros
Desafio da inclusão de Autistas no Brasil
por Love    - In: Outros temas
0 Respostas 
74 Exibições
por Love
A inclusão de autistas no Brasil.
por Giuliaa1    - In: Outros temas
1 Respostas 
75 Exibições
por Giuliaa1
A inclusão de autistas no Brasil
por Giuliaa1    - In: Outros temas
1 Respostas 
61 Exibições
por Giuliaa1
0 Respostas 
269 Exibições
por Noelle
0 Respostas 
25 Exibições
por iandrakwz
0 Respostas 
74 Exibições
por F3RN4NDO
0 Respostas 
58 Exibições
por marihrocha

A inclusão de autistas na sociedade é[…]

Apenas Teoria

- Repetição de palavras/artigos mais[…]

Trabalho Infantil

- Introdução, desenvolvimentos e con[…]

Excelente argumentação, e tenta enc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM