Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Por PedroEvil
#43495
A década de 50, no Brasil, foi marcada pela modernização, porém, no quesito ambiental a despreocupação pareceu prevalecer, visto que dados sobre o desmatamento só passaram a ser coletados em 1977. Acerca disso, observa-se que muito luta foi necessária para que a devida importância fosse dada ao meio ambiente. Então, a educação ambiental é de extrema necessidade, ainda mais diante de uma população alienada, e de uma grande falta de união entre as pessoas para demonstrar insatisfação.
Em primeiro lugar, é preciso entender, que a falta de pensamento crítico por pare da sociedade, corrobora o problema. Sobre essa perspectiva, vale analisar a teoria de Karl Marx sobre a alienação, qual diz que a classe trabalhadora –maior parte da população- não possui conhecimento dos seus direitos e quanto é prejudicada. Por conseguinte, a alienação, é grande inimiga da educação ambiental, uma vez que o povo não tem nem o direito de entender sobre a importância do meio ambiente em suas vidas. Logo, o estímulo ao pensamento crítico é indispensável.
Além disso, a organização de movimentos contra crimes ambientais é imprescindível, não só para incentivar as novas gerações, mas também para desestimular os criminosos. Sobre esse panorama, cabe analisar um episódio do desenho brasileiro “Irmão do Jorel”, chamado “Gangorra da Revolução”, onde os alunos da escola da personagem se unem, com sucesso, contra a “opressão” dos professores, em busca de mais tempo de recreio. Fora da ficção, é notório que a movimentação popular é eficiente contra esse problema, tendo o exemplo de Chico Mendes, que além de combater o desmatamento, através de protestos, alertou à população sobre a importância da floresta Amazônica, que tanto fora explorada indiscriminadamente.
Portanto, é urgente que medidas sejam tomadas para a proliferação da educação ambiental. Então, cabe às prefeituras, recorrendo às escolas municipais, o estímulo ao pensamento crítico, através de palestras ministradas por profissionais da área, que explicarão a respeito da preservação do meio ambiente, e todo o impacto ecológico que ela causa na vida das pessoas, ademais, o povo deve se unir contra ações criminosas ao meio ambiente, cobrando a punição do responsável, através de protestos em frente às prefeituras e delegacias. Logo, tais ações não só darão exemplos às novas gerações, como também estimularão o conhecimento ambiental. Dessa forma, diferente da década de 50, a preservação do meio ambiente andará ao lado do avanço.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#43882
Posso sim. Só peço que aguarde.
#43940
CORREÇÃO (X)
ERRO (X)

A década de 50, no Brasil, foi marcada pela modernização, porém, no quesito ambiental(,) a despreocupação pareceu prevalecer, visto que dados sobre o desmatamento só passaram a ser coletados em 1977. Acerca disso, observa-se que muita luta(1) foi necessária para que a devida importância fosse dada ao meio ambiente. Então, a educação ambiental é de extrema necessidade, ainda mais diante de uma população alienada, e de uma grande falta de união entre as pessoas para demonstrar insatisfação.
Em primeiro lugar, é preciso entender, que a falta de pensamento crítico por parte da sociedade, corrobora o problema. Sobre essa perspectiva, vale analisar a teoria de Karl Marx sobre a alienação, qual diz que a classe trabalhadora –maior parte da população- não possui conhecimento dos seus direitos e quanto(2) é prejudicada. Por conseguinte, a alienação(,)(3) é grande inimiga da educação ambiental, uma vez que o povo não tem nem o direito de entender sobre a importância do meio ambiente em suas vidas. Logo, o estímulo ao pensamento crítico é indispensável.
Além disso, a organização de movimentos contra crimes ambientais é imprescindível, não só para incentivar as novas gerações, mas também para desestimular os criminosos. Sobre esse panorama, cabe analisar um episódio do desenho brasileiro “Irmão do Jorel”, chamado “Gangorra da Revolução”, onde os alunos da escola da personagem se unem, com sucesso, contra a “opressão” dos professores, em busca de mais tempo de recreio. Fora da ficção, é notório que a movimentação popular é eficiente contra esse problema, tendo o exemplo de Chico Mendes, que além de combater o desmatamento, através de protestos, alertou à população sobre a importância da floresta Amazônica, que tanto fora explorada indiscriminadamente.
Portanto, é urgente que medidas sejam tomadas para a proliferação da educação ambiental. Então, cabe às prefeituras, recorrendo às escolas municipais, o estímulo ao pensamento crítico(,) através de palestras ministradas por profissionais da área, que explicarão a respeito da preservação do meio ambiente(,) e todo o impacto ecológico que ela causa na vida das pessoas, ademais, o povo deve se unir contra ações criminosas ao meio ambiente, cobrando a punição do responsável, através de protestos em frente às prefeituras e delegacias. Logo, tais ações não só darão exemplos as novas gerações, como também estimularão o conhecimento ambiental. Dessa forma, diferente da década de 50, a preservação do meio ambiente andará ao lado do avanço.

Observações:
(1)-Termo da linguagem coloquial (informal)
(2)-? Não entendi essa relação sintática.
(3)-Uso incorreto da vírgula. Regra básica do português. Não separe o sujeito do verbo com vírgula.
SUJEITO=ALIENAÇÃO VERBO=É
(4)-Não é necessário dois repertórios no mesmo parágrafo. Um já é suficiente. O mais importante do desenvolvimento é a sua argumentação. O repertório só serve para provar que você possui pelo menos uma alusão da sua opinião. Ademais, o segundo parágrafo faltou maior argumentação sua.
(5)-Na conclusão, as duas propostas de intervenção faltaram alguns de seus elementos.
*Proposta 1
A ação está bastante superficial e faltou a finalidade e detalhamento.
*Proposta 2
Nessa a ação está bem colocada, porém faltou a finalidade e o detalhamento novamente.

Considerarei a mais completa, a segunda. (Regra do Enem)

Posso sim, SophiaLS ! Pode demorar alguns dias.

Crise hídrica brasileira

Consoante o filósofo iluminista Jean Jacque[…]

Sua nota ficou 360! Espero ter ajudado!

Consoante o filósofo iluminista Jean Jacque[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM