Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#60272
Segundo o vencedor do prêmio Nobel da paz, Nelson Mandela, " A educação é o grande motor do desenvolvimento pessoal. É através dela, que a filha de um camponês se torna médica, que o filho de um mineiro pode chegar a chefe da mina, que um filho de trabalhadores rurais pode chegar a presidente de uma grande nação." Mediante isso, a educação é imprescindível para o progresso e evolução da humanidade. Entretanto, o ensino a distância no Brasil, se tornou um dos maiores desafios enfrentados por professores e alunos durante pandemia do vírus covid 19. A desigualdade atrelada ao aumento da pobreza segregou o acesso de inúmeras crianças e adolescentes a educação.
Em primeiro lugar, o sistema de educação a distância (EAD) promoveu um grande avanço para os meios de ensino, por exemplo, a versatilidade para estudar e a facilidade para conciliar os estudos com o trabalho. No entanto, esses significativos avanços, estavam sendo ampliados gradativamente. Todavia, com o surgimento do coronavirus e consequentemente a pandemia, foi necessário o fechamento simultâneo, por questões sanitárias, de escolas e universidades. Em virtude disso, rapidamente, o ensino a distância passou a ser o principal meio de docência no Brasil e nem todos estavam preparados para essa mudança abrupta. Por conseguinte, inúmeras crianças e adolescentes ficaram sem aulas devido a ausência de acesso a tecnologia e plataformas digitais.
Ademais, educadores enfrentaram dificuldades para se adaptar a nova modalidade de ensino e vinculado a isso, a pandemia agravou o estado de pobreza no país. De acordo com o Fundo das nações unidas para infância (UNICEF) cerca de 4,8 milhões de criança e adolescentes de 9 a 17 anos, não têm acesso a internet em casa e por consequência, infelizmente, esses jovens ficam segregados da educação agravando ainda mais a desigualdade educacional.
Em suma, fica evidente a priorização do combate a desigualdade no ensino. Sobretudo, é fundamental que o Ministério da Educação, juntamente com empresas privadas de tecnologia, promova o contato igualitário às plataformas digitais, para os jovens de baixa renda mensal que não possui computadores e acesso a internet, fazendo a doação desses equipamentos e que em concomitância a mídia televisiva desenvolva aulões transmitidos ao vivo com revisões de conteúdos prioritários do ensino fundamental e médio, se tornando uma segunda opção de contato com o aprendizado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#60590
desafios da modalidade EJA no Brasil

Ao afirma em sua celebre canção " O tempo não para" do compositor e poeta Cazuza faz, de certo modo, uma comparação entre o futuro e o passado, de fato, ele estava certo, pois os desafios da modalidade EJA no Brasil não é algo raro. Na contemporânidade esse problema persisti seja pela inércia governamental, seja por falta de incentivos nos estudos desde crianças.
Antes de tudo, deve-se ressalta a falta de instintivo do gorveno em Escolas públicas para supri a demenanda da população. Segundo uma matéria publicada no G1 notícias, o número de vagas para o eja caiu cerca de 35% nos últimos anos, deixando 13, 9 milhões de pessoas sem ingressar na instituição de ensino em todo país.
Ademais, de acordo com, o Conceito de Rosseau, que a parti do nascimento o indivíduo deve recebe educação. Porém, diversos são os casos de pessoas que abandonando o ensino, por falta de incentivo social, quanto por problemas financeiros. O Censo Democrático de 2010 contabilizou 13,9 de jovens e adultos faxetaria maior do que 15 anos, que não sabe ler nem escrever, como forma de reduzi essa taxa, o EJA garante direito a educação.
Percebe-se, então, que medidias devem ser tomadas para amenizar essas problemáticas, logo o Tribunal de contas da União, deve dericionar capital para o Ministério da Educação, através disso, converter em investimentos para escola públicas, com intuito de conporta alunos do EJA. Outrossim, as escolas por devem promover palestras aos sábados e domingos, que incentive os alunos a frequentarem a Escola.
Por camis23
#61008
@Brunnahh, irei corrigir sua redação, ok?!

Segundo o vencedor do prêmio Nobel da Paz, Nelson Mandela, "A educação é o grande motor do desenvolvimento pessoal. É através dela, que a filha de um camponês se torna médica, que o filho de um mineiro pode chegar a chefe da mina, que um filho de trabalhadores rurais pode chegar a presidente de uma grande nação."(Aqui você se estende bastante em sua citação. Ao abordar algum repertório, sobretudo, na introdução, seja clara e concisa) Mediante isso, a educação é imprescindível para o progresso e a(Cuidado no paralelismo) evolução da humanidade. Entretanto, o ensino a distância no Brasil se tornou um dos maiores desafios enfrentados por professores e alunos durante a pandemia do vírus covid - 19. A desigualdade atrelada ao aumento da pobreza segregou o acesso de inúmeras crianças e adolescentes à educação.(Ao inserir a tese, iniciando um novo parágrafo, coloque o conector antes)

Em primeiro lugar, o sistema de educação a distância (EAD) promoveu um grande avanço para os meios de ensino, por exemplo, a versatilidade para estudar e a facilidade para conciliar os estudos com o trabalho. No entanto, esses significativos avanços, estavam sendo ampliados gradativamente(Aqui não faz sentido você inserir esse vocábulo pois ele não é coerente com o advérbio de oposição que você inicia a frase, pois "gradativamente" não garante o mesmo efeito de indicar a exígua acessibilidade que circunda o EAD). Todavia, com o surgimento do coronavírus e, consequentemente, a pandemia, foi necessário o fechamento simultâneo, por questões sanitárias, de escolas e de universidades. Em virtude disso, rapidamente, o ensino a distância passou a ser o principal meio de docência no Brasil e nem todos estavam preparados para essa mudança abrupta. Por conseguinte, inúmeras crianças e adolescentes ficaram sem aulas devido a ausência de acesso a tecnologia e plataformas digitais. (Parágrafo meramente expositivo em que você apenas relata informações acerca das mudanças ocorridas na configuração do ensino, após o surgimento da pandemia. Aprofunde a discussão, buscando evidenciar os fatores que realmente estão por trás dos desafios que cercam o EAD, o porquê dele não ser inclusivo a todos os estudantes, de não haver sua expansão real pelo país)

Ademais, educadores enfrentam(Os educadores ainda enfrentam, atualmente, problemas com o EAD) dificuldades para se adaptar a nova modalidade de ensino e vinculado a isso, a pandemia agravou o estado de pobreza no país. De acordo com o Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF) cerca de 4,8 milhões de crianças e adolescentes de 9 a 17 anos, não têm acesso a internet em casa e, por consequência, infelizmente, esses jovens ficam segregados da educação, agravando ainda mais a desigualdade educacional(Primeiramente, você já havia utilizado "agravar" no início do parágrafo. No texto, podem haver repetições, mas precisam estar distante. Ao invés disso, insira "acentuar". Além disso, você faz uso de um dado, mas não discute nada em cima dele, não o utiliza como repertório para propulsionar a discussão a ser desenvolvida a seguir do fator desencadeador da problemática. Utilizar números no texto, de forma vaga e dispersa, não traz visibilidade a sua produção apenas por estarem lá. Pelo contrário, o corretor percebe imediatamente essa manobra e faz sua nota na competência 3 declinar bastante).

Em suma, fica evidente a priorização do combate a desigualdade no ensinoConstrução desnecessária. Seja direta e já inicie a intervenção). Sobretudo, é fundamental que o Ministério da Educação, juntamente com(Essa construção é extremamente redundante e inaceitável na redução, caracterizada como um desvio da oralidade. Ao invés disso, prefira "aliado a/ao") empresas privadas de tecnologia, promova o contato igualitário às plataformas digitais para os jovens de baixa renda mensal que não possui computadores e acesso a internet, fazendo a doação desses equipamentos, associado à mídia televisiva que deve transmitir aulas ao vivo, com revisões de conteúdos prioritários do ensino fundamental e médio, se tornando uma segunda opção de contato com o aprendizado.(Aqui no final você deve inserir a conclusão do parágrafo, fazendo a retomada com o repertório que você pôs na introdução, realizando um contraponto entre as soluções que você sugeriu na intervenção e o pensamento de Nelson Mandela)

COMENTÁRIO: Primeiramente, se atente aos desvios gramaticais, revise seu texto sempre que finalizar. Promova o aprofundamento da sua discussão, argumentando em cima das consequências que rodeiam os imbróglios, não apenas permanecendo nas obviedades, na exposição de dados, pois eles embasam sua produção, não a enfeitam.

A constituição federal de 1988, prev[…]

O Brasil se encontra nesse quadro vergonhoso, merg[…]

Flaviaa 3m1ly Andree algum de vcs pode corri[…]

Política é um sistema que visa mante[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM