Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#49231
Historicamente a educação para deficientes auditivos é um desafio em território brasileiro. Essa adversidade pode ser conferida aos problemas sociais, tais como, o preconceito da sociedade com pessoas que portam algum tipo de deficiência, e também, uma ineficácia por parte dos poderes públicos, o que obriga a família de um aluno surdo a buscar alternativas para o seu ensino, o que acaba prejudicando sua vida em relação a integração no âmbito comunitário.
Na Lei n°13.146, em seu parágrafo único é citado que, entre outros, o estado tem o dever de garantir um bom ensino a pessoa com deficiência, com a oferta do ensino de línguas como o braile e libras sendo o pilar disso. Porém, entre 2011 e 2016 houve uma queda drástica onde a busca por matrículas para alunos com deficiência auditiva caiu pela metade. Esse fato preocupante escancara a falha legislativa com os surdos, o que não deixa outra alternativa aos seus familiares se não a procura por métodos alternativos para a educação dos mesmos.
Um fato que ilustra bem a relação do Brasil com essa parte da sua população é a criação da primeira escola especial para meninos surdos, em setembro de 1856. Se comparado que o Brasil se tornou independente em 1822, essa demora na inclusão dos deficientes auditivos na educação mostra a indiferença da maioria dos brasileiros com esse problema. Se observado a falta de compromisso no cumprimento das leis atuais é claro que tal indiferença perdura até o momento atual.
Visto a maneira que o conjunto de leis têm se mostrado ineficiente, o poder público deve buscar a reforma de tais leis, em prol da melhora de sua eficiência, de tal modo que essa parcela da população tenha educação de alto nível, e que sua inserção na sociedade e ingresso no mercado de trabalho se torne acessível como para qualquer pessoa em condições normais. Além disso os órgãos responsáveis devem fazer a fiscalização para evitar o descumprimento das leis como tem ocorrido nos dias de hoje.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No ranking da educação disputado por[…]

obrigada por sua correção :)

genivievy , Costa2020

Decretada pela ONU em 1948, a Declaraç&atil[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM