Avatar do usuário
Por Dudaa200
Quantidade de postagens
#128687
Desde que o mundo é mundo, e que as formas de comunicação surgiram, vieram junto a variação linguística e em contraposto o preconceito linguístico. No Brasil, país rico em diversos aspectos e culturas, temos a presença enorme de variações de falas e sotaques. E se enganam aqueles que presumem somente a sua forma de falar como a correta, discriminalizando a diversidade das demais.
Na sequência de gibi e desenho animado "Turma da Mônica" de Mauricio de Souza, esse problema é retratado diversas vezes. Chico Bento, personagem de origem do sertão e com forte presença do sotaque nordestino atribuindo expressões como; oxênte;painho/mainha e meu sinhô, passa por situações desconfortáveis em que é ridicularizado e zombado por sua forma de falar, nas vezes que teve contato com aqueles de cidade grande. Outro grupo social que sofre com a situação, são os de baixa classe social e periféricos, que se aprofundam nas famosas expressões; mano;cara;mó cota; pode pá. Essas e muitas outras já fazem parte de seus vocabulários e culturas, porém ainda são vistas como marginalizadas. Na música Negro Drama do grupo de artistas Racionais MC's "Ginga e fala gíria, gíria não, dialeto" percebemos mais uma vez esse grande preconceito.
O grande choque cultural que se tem ao presenciar uma forma de falar diferente da sua, e a desigualdade de classes onde aqueles com maior poder aquisitivo se acham superiores e no direito de julgar como "errado" a forma de falar daqueles mais desfavorecidos, são alguns tópicos que podem ser abordados referentes à origem desse preconceito. Porém, por mais que se entenda sua originalidade, não se têm explicações para tal assunto além da falta de respeito e egocentrismo. Aqueles que são submetidos à tamanho desconforto e discriminação, podem desenvolver problemas psicológicos como traumas, pânicos e fobias, distúrbios e outros, afetando-os de forma drástica.
O maior investimento em enriquecimento cultural na educação, abordando com maior ênfase e de forma ampla a diversidade linguística do nosso país, é um possível caminho para extingir esse preconceito na sociedade.
Contudo, podemos afirmar que não é porquê uma forma de falar é diferente da sua, que ela está errada. E isso deve ser passado as nossas crianças, para que assim as próximas gerações não cometam esse mesmo erro tão presente no cenário atual em que vivemos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão, ou seja, com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido a partir de considerações próximas ao senso comum ou muito próximas do que foi proposto nos textos motivadores, sem progressividade, ou ainda o texto apresenta domínio precário do tipo textual exigido, com poucas características de uma dissertação, ainda que se reconheça o tema proposto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. O texto não defende ponto de vista a respeito do tema proposto e/ou apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema, superficiais ou incoerentes.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 0

Você não atingiu os critérios definidos na Competência 5. O participante não apresenta proposta de intervenção ou apresenta proposta não relacionada ao tema ou ao assunto.

Avatar do usuário
Por tonis345
Quantidade de postagens
#128704
Olá, Dudaa200! Obrigado por enviar sua redação.

De início, recomendo sempre usar um repertório sociocultural (legitimado, pertinente, produtivo), ou seja, um repertório rico e diversificado, composto por informações precisas e bem fundamentadas, contribui para fortalecer a linha de raciocínio do texto e enriquecer a discussão. Então, a estrutura certa seria: abertura (repertório) + problematização (tema contextualizado) + tese explícita em dois argumentos. Você disse: "Desde que o mundo é mundo, e que as formas de comunicação surgiram, vieram junto a variação linguística e em contraposto o preconceito linguístico", mas segundo quem? Qual obra? Precisa de embasamento. Observa-se também que tem falta da sua tese explícita. Sobre o que você vai falar no desenvolvimento 1 e 2? Gera dúvida.
No desenvolvimento, a primeira coisa dos seus dois parágrafos de desenvolvimento precisa ser o tópico frasal (que é o resumo da ideia central dos parágrafos de argumentação. É extremamente importante pois garante pontos na competência 3 do ENEM na parte fazer o resumo do seu argumento - ou seja, fazer o tópico frasal). Você traz mais de um repertório, fica desconexo seu desenvolvimento, a estrutura correta seria: tópico frasal + embasamento (repertório) + argumentação. Nota-se também momentos em que seria necessário utilizar aspas e a confusão entre ";" e ":".
Sua conclusão precisa ter uma proposta de intervenção com os 5 fatores (agente + ação + modo/meio + finalidade + detalhamento).

Observa-se alguns erros gerais também, como:
1. "... assunto além da falta de respeito (expressão prolixa - prefirível dizer desrespeito, desprezo...) e egocentrismo. Aqueles que são submetidos à tamanho (não se utiliza crase antes de palavras masculinas) desconforto "
2. "... a diversidade linguística do nosso país". A redação ENEM precisa ser escrita em terceira pessoa!!!

Recomendo estudar a forma como você será cobrada, a redação do ENEM tem pontos e tópicos que são necessários no seu texto.
Recomendação:

Espero ter ajudado!
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
102 Exibições
por Domine
0 Respostas 
70 Exibições
por juli0069
0 Respostas 
82 Exibições
por br6kker
0 Respostas 
88 Exibições
por enzofilipi
0 Respostas 
44 Exibições
por Silvathaiz
6 Respostas 
182 Exibições
por cozmicvp
2 Respostas 
93 Exibições
por Marystudy1
0 Respostas 
38 Exibições
por Analuizavx
0 Respostas 
20 Exibições
por Analuizavx
0 Respostas 
38 Exibições
por beatriz23

O escritor Carlos Drummond de Andrade, em seu poem[…]

Aldous Huxley defende: "Os fatos nã[…]

Segundo o Art.205 da Constituição Fe[…]

Zenebra vc poderia corrigir minha redaç&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM