Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#56212
Em seu livro sobre a tecnologia, Albert Einsten disse: “Se tornou aparentemente óbvio que a tecnologia excedeu nossa humanidade.”
O uso da tecnologia pode nos proporcionar vários benefícios como: aumento da produtividade, melhoria da comunicação interna. Portanto os adolescentes não estão sabendo como usa- lá de maneira adequada ao seu favor, trazendo assim a dependência digital.
Os dependentes não conseguem controlar a vida real e social. Essa sujeição pode gerar antecipação de doenças mais comuns em adultos, ansiedade, depressão, lesões por esforço repetitivo.
Esse problema tem sido cadê vez mais
frequente na sociedade e durante o isolamento social tem agravado,de acordo com o IBGE (O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) , 49,1% usaram tecnologias por mais de quatro horas, durante a pandemia.
Para resolver casos como esse é necessário a intervenção do responsável, impondo limites, estabelecendo uma rotina estudo, momentos de lazer e comunicação fora das redes sociais. Campanhas publicitárias com
finalidade de chamar a atenção da sociedade, palestras nas escolas e até mesmo ajuda da OMS ( Organização mundial da saúde), oferecendo tratamentos psicológicos com médicos especializados nessa área da saúde.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Avatar do usuário
Por NayFonseca
#56213
Hoje, a 3° Revolução Industrial ou revolução Tecno-Científica, marcada pelo avanço das comunicações, poder da informação e expansão da internet, tornou o homem, prejudicialmente, dependente das redes. Nesse cenário, os brasileiros enfrentam o dilema do limite do uso da tecnologia, por vezes, em excesso. Por conseguinte, o consumo exagerado de tecnologias é relacionado com a queda de desempenho escolar e profissional, além de alimentar uma população que, progressivamente, desvaloriza relações interpessoais, tornando-as fluidas.
A priori, o excesso de tempo destinado às redes sociais é, hoje, um distrator na vida acadêmica e profissional. Destarte, evidencia-se uma problemática primordial no descontrole sobre o uso da tecnologia, já que, ela confronta com o ócio produtivo do brasileiro, o qual seria o tempo além de suas obrigações, que consoante ao filósofo italiano Domenico De Masi, deveria ser destinado à reflexão e crescimento intelectual do homem. Logo, infere-se que o uso excessivo das redes representa um desafio no momento que os brasileiros são incapazes de limitar seu tempo, dividindo-o entre o lazer tecnológico e estudos ou trabalho, interferindo negativamente em seu cotidiano.
Outrossim, a tecnologia interfere diretamente ma sociabilidade humana. Nessa perspectiva, é indubitável que há aspectos positivos e negativos da internet para a socialização, entretanto, o excesso comum aos brasileiros é responsável por fragilizar as relações interpessoais, pois, de acordo com a obra “Tempos Líquidos” do filósofo Zygmunt Bauman, as relações hoje são efêmeras por consequência do contexto moderno vivenciado. Dessa forma, conclui-se que o excesso tecnológico é prejudicial também no ambito social, já que, são preteridas relações frágeis pelas redes à contatos diretos e sólidos fora do alcance da internet.
Diante disso, é evidente o alcance negativo do excesso de tecnologia, e, portanto, é imprescindível a mudança de hábitos do brasileiro. De início, o Ministério da Educação deve instaurar na base curricular a educação digital, que por meio de professores e psicólogos preparados, deve formar jovens capazes de discernir o tempo apropriado para o uso da tecnologia, com o fito de torna-la aliada da educação. Ademais, é crucial que a sociedade civil consciente, em especial as familias, revalorizem os momentos de socialização sem intermédio da rede, por meio de momentos familiares e diálogos que exaltem a importância de relações pessoais, a fim de gozar dos avanços da revolução Tecno-Científica conscientemente.
#56214
NayFonseca escreveu:Hoje, a 3° Revolução Industrial ou revolução Tecno-Científica, marcada pelo avanço das comunicações, poder da informação e expansão da internet, tornou o homem, prejudicialmente, dependente das redes. Nesse cenário, os brasileiros enfrentam o dilema do limite do uso da tecnologia, por vezes, em excesso. Por conseguinte, o consumo exagerado de tecnologias é relacionado com a queda de desempenho escolar e profissional, além de alimentar uma população que, progressivamente, desvaloriza relações interpessoais, tornando-as fluidas.
A priori, o excesso de tempo destinado às redes sociais é, hoje, um distrator na vida acadêmica e profissional. Destarte, evidencia-se uma problemática primordial no descontrole sobre o uso da tecnologia, já que, ela confronta com o ócio produtivo do brasileiro, o qual seria o tempo além de suas obrigações, que consoante ao filósofo italiano Domenico De Masi, deveria ser destinado à reflexão e crescimento intelectual do homem. Logo, infere-se que o uso excessivo das redes representa um desafio no momento que os brasileiros são incapazes de limitar seu tempo, dividindo-o entre o lazer tecnológico e estudos ou trabalho, interferindo negativamente em seu cotidiano.
Outrossim, a tecnologia interfere diretamente ma sociabilidade humana. Nessa perspectiva, é indubitável que há aspectos positivos e negativos da internet para a socialização, entretanto, o excesso comum aos brasileiros é responsável por fragilizar as relações interpessoais, pois, de acordo com a obra “Tempos Líquidos” do filósofo Zygmunt Bauman, as relações hoje são efêmeras por consequência do contexto moderno vivenciado. Dessa forma, conclui-se que o excesso tecnológico é prejudicial também no ambito social, já que, são preteridas relações frágeis pelas redes à contatos diretos e sólidos fora do alcance da internet.
Diante disso, é evidente o alcance negativo do excesso de tecnologia, e, portanto, é imprescindível a mudança de hábitos do brasileiro. De início, o Ministério da Educação deve instaurar na base curricular a educação digital, que por meio de professores e psicólogos preparados, deve formar jovens capazes de discernir o tempo apropriado para o uso da tecnologia, com o fito de torna-la aliada da educação. Ademais, é crucial que a sociedade civil consciente, em especial as familias, revalorizem os momentos de socialização sem intermédio da rede, por meio de momentos familiares e diálogos que exaltem a importância de relações pessoais, a fim de gozar dos avanços da revolução Tecno-Científica conscientemente.
[*][*]

Um claro exemplo da falta de empatia e da desumani[…]

Oi tudo bem! Eu avaliei a sua redaçã[…]

Valorização do idoso

De acordo com o sociólogo Émile Durk[…]

Bom dia, seu texto está muito bem desenvolv[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM