Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#55134
No livro 1984, de George Orwell, o acesso à cultura é restrito somente a participantes do partido, através das teletelas fornecidas e controladas pelo Estado. Fora das páginas, fica evidente que a realidade apresentada no livro pode ser relacionada com a vivenciada atualmente no Brasil, em que a desigualdade social cria uma barreira no acesso ao cinema reduzindo o acesso à cultura.
Em primeira análise, é importante destacar que a desigualdade social faz com que o acesso ao cinema não seja igualitário à toda população. Segundo o poeta Ariano Suassuna, o Brasil é dividido em 2 partes distintas: o país dos privilegiados e o país dos despossuídos. Assim, aqueles que possuem condições financeiras favoráveis são privilegiados com a inserção no mundo cinematográfico, enquanto quem não possui recursos não possui acesso à tal mundo.
Consequentemente, é reduzido o acesso à cultura para a parcela da população desprovida de recursos financeiros. Na série Outer Banks, por exemplo, apenas os Kooks (parcela rica da população) podiam frequentar eventos e ter acesso à informação, enquanto os Pogues (parcela pobre da população) não tinham perspectiva de futuro já que não conseguiam se desenvolver intelectualmente. Logo, é possível relacionar que o acesso democratizado ao cinema, como forma de inserção cultural, é necessário para o desenvolvimento pessoal e intelectual de cada cidadão.
Portanto, medidas são necessárias para resolver tal problemática. Para tanto, urge que a Secretaria da Cultura crie salas de cinemas públicas, por meio de recursos destinados ao Fundo Nacional de Cultura, com a finalidade de democratizar o acesso ao cinema e difundir a cultura aos cidadãos. Essas salas deverão ser criadas ao ar livre em pontos estratégicos da cidade para que possa atingir à população por inteiro. Somente assim, será possível criar uma perspectiva distinta da mencionado no livro de Orwell, na qual o cinema e à cultura serão acessíveis a todos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

De acordo com o IBGE(instituto brasileiro de geogr[…]

No Brasil, os mais velhos são considerados […]

Desde os incentivos à expansão da po[…]

Inspirado no Facismo e no líder polí[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM