• Avatar do usuário
#64202
O Brasil é um país diverso em muitos aspectos, como na etnia e na cultura, e tais características são expressas principalmente na linguística, já que, por causa do seu passado colonial, o país recebeu a influência de diversos locais do mundo em sua construção. Nesse sentido, a preservação da diversidade linguística brasileira é importante, pois contribui para a preservação das culturas que compõe o aspecto diverso cultural do país e ajuda no combate ao preconceito, reafirmando a legitimidade da existência da diversidade. Entretanto, por causa da inabilidade do governo brasileiro e da xenofobia, tal ação não é efetivamente viabilizada no Brasil.
Nessa perspectiva, de fato, o governo, ao longo dos anos, tentou contribuir para a defesa da diversidade linguística no Brasil, com a criação do Inventário Nacional da Diversidade Linguística (INDL), por exemplo. Com isso, tal pauta tão importante tem a possibilidade de ganhar, cada vez mais, visibilidade por parte da sociedade brasileira. Entretanto, tais medidas não estão sendo suficientes para preservar diversas culturas existentes no território nacional. Nesse contexto, de acordo com Thomas Jefferson, “A aplicação de leis é mais importante do que sua elaboração”. Logo, é preciso haver maior comprometimento do governo em elaborar leis e políticas mais aplicáveis e que tragam resultados mais expressivos para o país.
Outrossim, as regiões brasileiras, por terem sofridos influências diferentes, expressam-se de formas variadas, tendo, muitas vezes, diferenças no dialeto, com expressões e gírias diversificadas. Sob tal lógica, a preservação da diversidade linguística no Brasil está relacionada a necessidade de proteger essa característica do idioma do país, que é ser tão diversificada em cada local do território nacional. Todavia, a xenofobia é uma realidade vivenciada por parte da população brasileira. No programa da Globo, “BBB”, em 2021, uma participante nordestina sofreu preconceito pela sua forma de falar, por exemplo. Dessa forma, é preciso reeducar a sociedade brasileira, por meio da valorização dos traços linguísticos das regiões do país, para a xenofobia ser combatida.
Portanto, é necessário defender a diversidade linguística brasileira. Sob tal ótica, o governo deve investir em políticas de preservação cultural e linguística, combatendo a xenofobia e o preconceito. Ademais, as escolas devem implementar festivais voltados à diversidade cultural brasileira, que consequentemente irão contribuir para a valorização da pluralidade dos traços da língua brasileira, com objetivo de educar as crianças e os jovens. Dessa maneira, a diversidade linguística do país será defendida e preservada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

A constituição Federal de 1988,docum[…]

No Brasil, cerca de 14 (quatorze) milhões d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM