• Avatar do usuário
#77061
Conforme o artigo 5.° da Constituição Federal de 1988, todos os cidadãos são iguais perante a lei, sem haver distinção de qualquer natureza. Na sociedade brasileira atual, entretanto, há a violação dos Direitos Humanos das mulheres, visto que, durante a pandemia da COVID-19, o número de ocorrências dos casos de violência doméstica apresentou um aumento significativo. Frente a isso, convém analisar as causas, consequências e uma possível solução da problemática em questão.
É de fundamental importância, pontuar inicialmente que, um dos fatores agravantes dos casos de violência contra a mulher é o isolamento social, medida necessária no combate à COVID-19. De acordo com dados do Tribunal de Justiça do estado do Rio de Janeiro, desde o início da quarentena no mês de março de 2020 as denúncias por violência doméstica aumentaram pelo menos 50%. Assim sendo, é intolerável que os fatores apresentados continuem colaborando na formação de um problema social com dimensões cada vez maiores.
É indispensável pontuar, também, sendo consequências da violência doméstica, principalmente a necessidade de atendimento médico, limitação das possibilidades de contribuição tanto econômica, quanto social e desenvolvimento de doenças comportamentais e físicas. A desigualdade de gênero é, portanto, a base de onde partem todas as formas de privação ou sentimento de dominação sobre a mulher.
Portanto, para que os escritos constitucionais não fiquem apenas na teoria e se tornem medidas práticas, é essencial que sejam tomadas medidas cabíveis pelo Estado. Assim, instituições como o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), seja fortalecido e capacitado para melhorar a rede de atendimento às mulheres que se encontram em situação de vulnerabilidade. Para isso ocorrer, é possível até mesmo o desenvolvimento de atividades de inclusão no mercado de trabalho para as vítimas de violência doméstica. Com o objetivo de fazer a ruptura de uma provável dependência econômica da mulher. Espera-se, com isso, a diminuição dos casos de violência doméstica durante a pandemia.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

2021 tem sido um ano particularmente marcante par[…]

Introdução Na cultura japonesa, o […]

A logística e infraestrutura da Funda&ccedi[…]

oii gente! Quem puder corrigir minha redaç&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM