• Avatar do usuário
#62903
Os casos de violência doméstica aumentaram 44,9% em 2020 segundo o FBSP, no mesmo ano em que se iniciou a pandemia que obrigou os cidadãos brasileiros a se isolarem dentro de suas casas, convivendo apenas com a família mais próxima. Isso não deveria ser um problema já que o contexto familiar é visto como fonte de refúgio e segurança, porém em meio ao caos da saúde pública e os turbilhões emocionais gerados pelo isolamento, o ambiente familiar se tornou perigoso.
Esta situação adversa dentro dos lares brasileiros não é nova, a violência doméstica é um problema social enfrentado há muito tempo em todo o mundo, porém nesta pandemia o problema se agravou principalmente por conta dos desequilíbrios emocionais causados pelas inseguranças e incertezas que esse momento gerou no país, onde o trabalho, a escola, as reuniões religiosa, as compras entre várias outras coisas tiveram que ser realizadas dentro de casa, com isso a população teve que se adaptar a novos hábitos gerando novas discussões e conflitos que ocasionaram em novos casos de violência.
Além desse aumento de conflitos familiares, as dificuldades em relação a denúncias dos abusos domésticos ficaram mais difíceis, sair de casa é um risco considerando a possibilidade de adquirir a nova doença, porém ficar em casa ainda pode ser tido como assustador nos lares onde a violência persiste. E neste contexto conflitante muitas mulheres, que são as que mais sofrem com estas ocorrências, acabam por não conseguir ou não saber como procurar ajuda, deixando com que o sofrimento persista até ser tarde demais, por conta deste e outros fatores os casos de feminicídios também subiram 46,9% em 2020.
Apesar dos contextos sociais serem outros, nada justifica a ação de agredir fisicamente ou verbalmente um familiar, podemos explicar como os casos aumentaram porém não devemos conformar-nos com este tipo de situação, então cabe a cada cidadão caso saiba ou sofra denunciar esses crimes, e cabe às autoridades governamentais realizar campanhas para facilitar estas denúncias como a campanha do sinal vermelho onde as mulheres podem direcionar-se a farmácias e denunciar o abuso a partir do desenho de um X feito com batom ou caneta vermelha na palma da mão.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

No Big brother Brasil 21, a participante Karol Con[…]

Ash, eu ia corrigir o seu texto agora, mas infeli[…]

Evasão Escolar

AidaSanches Pode pontuar essa redaç&atild[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM