• Avatar do usuário
#78497
No filme “Sexy por acidente”, a trama conta a história de uma mulher acima do peso, a
qual trabalha em um porão escondida da sede luxuosa, pois ela é julgada por causa
do seu peso e aparência, então ela começa a travar uma batalha contra suas
inseguranças para reverter essa situação. Fora das telas vê-se que essa realidade tem
se tornado constante no Brasil, na qual pessoas que são consideradas gordas, sofrem
com a gordofobia e o persistente julgamento, por conta do seu peso não serem
capazes de fazer aulas de dança ou ate mesmo correr, também são discriminadas por
serem diferente dos padrões, a maioria da sociedade pensa que estão daquele jeito
por falta de vaidade, pois não são magras. Dito isso se faz urgente mudar essa
realidade no Brasil.
Ademais, os gordos são discriminados por conta do seu índice de massa corporal
(IMC), entre 19 a 42 porcento de pessoas adultas acima do peso sofrem com a
discriminação. As pessoas gordofóbicas discriminam aqueles que estão fora do
padrão, dizendo que elas não conseguem praticar nenhum exercício por causa do seu
peso. E com esse perseverante preconceito, pessoas que tem seu IMC acima do
“comum” mostram problemas mentais, como isolamento social, depressão e indicies
de ansiedade.
Além disso, estar acima do peso não reflete se alguém é saudável ou não tem
vaidade, só por não estar dentro dos padrões. As pessoas que praticam esse
preconceito acham que uma pessoa saudável e bonita tem que ser magra, mas
segundo a nutróloga Ana Luisa Vilela, não precisa ter um corpo lindo para ser
saudável, ela disse que emagrecer não é somente para ficar com um corpo bonito,
mas sim saudável.
Em suma, infere-se que a gordofobia está apresentando uma ameaça concreta aos
indivíduos que sofrem com esse preconceito. Nesse sentido a mídia junto com a
sociedade devem fazer campanhas que empoderem as vítimas da gordofobia, através
de campanhas emitidas por meios de comunicação, como redes sociais, jornal e a
televisão, para que com isso a sociedade possa cada vez mais respeitar aqueles que
são diferentes dos padrões.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A questão do lixo no Brasil

O filme "Wall-e" se passa em uma socieda[…]

geoca PODE CORRIGIR MINHA RED PFVR?

Segundo a Constituição Federal de 19[…]

Sob a perspectiva do aclamado documentário […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM