Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#43624
Em 1929, os Estados Unidos enfrentaram uma grave crise econômica devido à superprodução de seus produtos, a qual assolou a renda do país causando o desemprego e marcou esse período como a "Grande Depressão". Atualmente, no Brasil, a população vê-se preocupada com os impactos que o novo Coronavírus trouxe e trará ao seu término para a economia do país. Logo, a falta de precauções do Estado para lidar com crises incentiva, respectivamente, o desemprego da massa trabalhadora.

Primeiramente, observa-se a ausência de prevenções como causa do problema. De acordo com o filósofo Platão, a sociedade não deve esperar por uma crise para descobrir o que é importante. Nessa perspectiva, é fato que o Brasil não adotou esse pensamento, uma vez que ao se disseminar por todo o país, o Coronavírus impediu o funcionamento de muitos estabelecimentos comerciais, os quais mantêm a economia da nação ativa e, por conta da falta de precauções como fundos para auxiliar todos os Estados e Cidades até o término do "caos" ou um maior investimento na área de pesquisas de laboratórios contra doenças virais, por exemplo, todo o país foi pego desprevenido, tendo sua economia muito afetada. Logo, sem uma mudança nesse cenário, essa questão irá perpetuar.

Por conseguinte, a medida que esse empecilho se alastra, a classe trabalhadora sofre com o afastamento de suas atividade. Segundo uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2020, o desemprego aumentou em 27,6% apenas nos últimos quatro meses de pandemia. À vista disso, é notório que para diminuir a propagação do vírus, o Estado agiu com um decreto, o qual proibiu muitas empresas e lojas de funcionar, com o intuito de diminuir o número de infectados e, por isso, muitos trabalhadores foram retirados de suas funções em prol de fazer jus ao decreto, todavia, essa parcela da população ficou sem nenhuma renda para se manter durante o isolamento social, tendo que enfrentar grandes desafios, como por exemplo, a falta de mantimentos. Assim, o Governo deve agir para reverter tal cenário.

Portanto, uma intervenção faz-se necessária. Para isso, o Governo - principal entidade política do país - deve criar um projeto chamado "Brasil prevenido", por meio de verbas governamentais, a fim de investir mais em laboratórios de pesquisas e em fundos para auxiliar toda a população, evitando que o país seja pego desprevenido novamente e garanta que crises como essa não se repitam mais. Dessa forma, crises como a "Grande Depressão" permanecerão apenas no passado.



@Ashiley
@PedroEvil
@Andre

Podem corrigir? Por favor. ♡

Obs: Quem corrigir e retirar alguma nota, por favor, justifique-a.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#43656
@EduardoPedro

Correção:

Introdução
Em 1929, os Estados Unidos enfrentaram uma grave crise econômica devido à superprodução de seus produtos, a qual assolou a renda do país causando o desemprego e marcou esse período como a "Grande Depressão". Atualmente, no Brasil, a população vê-se preocupada com os impactos que o novo Coronavírus trouxe e trará ao seu término para a economia do país. Logo, a falta de precauções do Estado para lidar com crises incentiva, respectivamente, o desemprego da massa trabalhadora.
:arrow: Sua introdução está ótima, pois possui repertório, problematização e tese. Além disso, são usados conectivos adequados durante o parágrafo!

Desenvolvimento 1
Primeiramente, observa-se a ausência de prevenções como causa do problema. De acordo com o filósofo Platão, a sociedade não deve esperar por uma crise para descobrir o que é importante. Nessa perspectiva, é fato que o Brasil não adotou esse pensamento, uma vez que ao se disseminar por todo o país, o Coronavírus impediu o funcionamento de muitos estabelecimentos comerciais, os quais mantêm a economia da nação ativa e, por conta da falta de precauções como fundos para auxiliar todos os Eestados e Ccidades até o término do "caos" ou um maior investimento na área de pesquisas de laboratórios contra doenças virais, por exemplo, todo o país foi pego desprevenido, tendo sua economia muito afetada. Logo, sem uma mudança nesse cenário, essa questão irá perpetuar.
:arrow: Bom desenvolvimento, faz bom uso de conectivos e é bem argumentativo e organizado. Obs: não tinha observado antes o termo "Estados" e "Cidades" com letra maiúscula. No contexto que está, creio que estados se refere, por exemplo a Minas Gerais, São Paulo, Bahia, entre outros. Logo, deveria ser escrito com letra inicial minúscula, já que não se refere a país. O mesmo ocorre com "Cidades"... No entanto, não sei se é nesse contexto mesmo, qualquer coisa me avise!

Desenvolvimento 2
Por conseguinte, a medida que esse empecilho se alastra, a classe trabalhadora sofre com o afastamento de suas atividade. Segundo uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2020, o desemprego aumentou em 27,6% apenas nos últimos quatro meses de pandemia. À vista disso, é notório que para diminuir a propagação do vírus, o Estado agiu com um decreto, o qual proibiu muitas empresas e lojas de funcionar, com o intuito de diminuir o número de infectados e, por isso, muitos trabalhadores foram retirados de suas funções em prol de fazer jus ao decreto, todavia, essa parcela da população ficou sem nenhuma renda para se manter durante o isolamento social, tendo que enfrentar grandes desafios, como por exemplo, a falta de mantimentos. Assim, o Governo deve agir para reverter tal cenário.
:arrow: Bom desenvolvimento também, digo o mesmo do parágrafo anterior em questão de argumentação, organização e uso de conectivos!

Conclusão
Portanto, uma intervenção faz-se necessária. Para isso, o Governo (agente) - principal entidade política do país (detalhamento) - deve criar um projeto chamado "Brasil prevenido" (ação), por meio de verbas governamentais (meio/modo), a fim de investir mais em laboratórios de pesquisas e em fundos para auxiliar toda a população, evitando que o país seja pego desprevenido novamente e garanta que crises como essa não se repitam mais (efeito/finalidade). Dessa forma, crises como a "Grande Depressão" permanecerão apenas no passado.
Proposta completa e bem elaborada!

Aquela observação tinha passado despercebida, na verdade nem sei se é um desvio mesmo, pois depende da sua real intenção ao utilizar. Nada que retire nota, a meu ver... parabéns pela redação!

A lei da constituição Federal de Jan[…]

Educação a distância.

Atualmente, num mundo com um cenário totalm[…]

O Movimento Parnasiano possuía como caracte[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM