• Avatar do usuário
#61742
Na atual conjuntura, as mídias sociais têm proporcionado aos usuários rapidez na interação entre formas de vida e pessoas distintas, permitindo um maior alcance e uma influência sob os indivíduos. Como resultado há, em uma grande porcentagem, a comparação e idealização dos padrões de beleza, acentuando ou desencadeando distúrbios psicológicos e de autoimagem.

No filme "O mínimo para viver", se pode observar a idealização e busca pelo "corpo perfeito" e suas consequências na saúde física e mental da personagem. A perfeição inalcançável, almejada por ela, é constantemente buscada pelos indivíduos, principalmente por mulheres e usuários de mídias sociais. Essa busca nunca cessa e é incentivada principalmente pelas indústrias de estética, por meio de parcerias e patrocínios de "influencers". Estes que fazem propagandas e difundem um padrão juntamente com uma forma estética de alcançá-lo.

As propagandas estéticas, em sua grande maioria, são apresentadas por modelos consideradas como "padronizadas", nunca havendo uma representatividade de "corpos reais". Corpos estes considerados como "feios" ou "fora do padrão", porém que são os mais vistos no cotidiano em sociedade. Como resultado, há uma exclusão social de pessoas com corpos distintos que não se sentem representadas e atendidas. Se sentindo pressionadas a mudarem quem são ou como estão, muitas desenvolvem problemas alimentares e recorrem a procedimentos e cirurgias estéticas.

Contudo, a constante busca pela integração nos padrões de beleza pode e desencadeia transtornos e distúrbios mentais e de alimentação e é constantemente incentivada pelas indústrias de estética e criadores de conteúdo digital. Cabe ao Ministério da Saúde difundir informações sobre o efeito negativo das cirurgias e procedimentos estéticos à saúde por meio de artigos, a fim de advertir. E é fundamental um aumento da rigidez nas diretrizes dos meios digitais, a fim de limitar o incentivo à mudança física por meio de procedimentos e cirurgias estéticas, protegendo indivíduos vulneráveis psicologicamente e evitando desenvolvimento de vulnerabilidades emocionais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#61870
@mxnu, olá, boa-noite! irei corrigir sua redação, ok?!

Na atual conjuntura(Não inicie sua produção com construções que remetam ao tempo atual como "hoje em dia", "atualmente"), as mídias sociais têm proporcionado aos usuários rapidez na interação entre formas de vida e pessoas distintas, permitindo um maior alcance e uma influência sob os indivíduos. Como resultado há, em uma grande porcentagem, a comparação e a(Atente-se ao paralelismo) idealização dos padrões de beleza, acentuando ou desencadeando distúrbios psicológicos e de autoimagem.(Delimite melhor a tese, que se dá pela explicitação dos fatores que fomentam a problemática e que serão discutidos nos parágrafos 2 e 3 e insira um repertório na introdução para embasar sua tese)

No filme "O mínimo para viver", pode-se observar a idealização e a busca pelo "corpo perfeito" e suas consequências na saúde física e mental da personagem. A perfeição inalcançável,(Insira o conector) almejada por ela, é constantemente buscada pelos indivíduos, principalmente por mulheres e por usuários de mídias sociais. Essa busca nunca cessa e é incentivada principalmente pelas indústrias de estética, por meio de parcerias e patrocínios de "influencers". Esses(Insira o conector) que fazem propagandas e difundem um padrão juntamente com(Essa construção é inadequada na redação por se remeter a um vício de fala caracterizado pela redundância. Opte por "aliado a/ao") uma forma estética de alcançá-lo.(Seu parágrafo faz uma boa discussão, mas acho que poderia ter se aprofundado mais, sobretudo, nas motivações por trás da busca incessante pelo corpo perfeito)

As propagandas estéticas(Utilize o conector), em sua grande maioria, são apresentadas por modelos consideradas como "padronizadas", nunca havendo uma representatividade de "corpos reais". Corpos estes(Insira o conector) considerados como "feios" ou "fora do padrão", porém que são os mais vistos no cotidiano em sociedade. Como resultado, há uma exclusão social de pessoas com corpos distintos que não se sentem representadas e atendidas. Se sentindo pressionadas(Insira o conector) a mudarem quem são ou como estão, muitas desenvolvem problemas alimentares e recorrem a procedimentos e cirurgias estéticas.(Novamente você faz uma recorrência à estética, o que torna sua discussão parecida com a anterior, e pode beirar a redundância. Insira um repertório para embasar seu pensamento e invista veementemente nos conectores)

Contudo, a constante busca pela integração aos padrões de beleza desencadeia transtornos e distúrbios mentais e de alimentação e é constantemente incentivada pelas indústrias de estética e criadores de conteúdo digital.(Não é preciso repetir uma construção que você já discutiu nos parágrafos de argumentação. Aqui, apenas afirme que medidas precisam ser tomadas para mitigar as consequências advindas dos padrões estéticos impostos) Cabe(Insira o conector!) ao Ministério da Saúde difundir informações sobre o efeito negativo das cirurgias e dos procedimentos estéticos à saúde por meio de artigos(Falta o detalhamento necessário do modo como essas ações serão desenvolvidas), a fim de advertir.(Detalhe melhor a finalidade) E é fundamental(Insira o conector) um aumento na rigidez das diretrizes dos meios digitais(Essa ação será realizada por quem?), a fim de limitar o incentivo à mudança física por meio de procedimentos e cirurgias estéticas, protegendo indivíduos vulneráveis psicologicamente e evitando desenvolvimento de vulnerabilidades emocionais.(Aqui você não insere nem o agente, nem a forma como irão se suceder as ações propostas. A conclusão do parágrafo não é obrigatória mas é muito bem-vinda, em que você pode fazer uma retomada do repertório utilizado na introdução, traçando o contraponto)

COMENTÁRIO: Seu texto obedece à estrutura dissertativa-argumentativa. Primeiro, explicite a tese e insira mais repertórios ao longo de seu texto. Segundo, atente-se aos desvios gramaticais - colocações pronominais e paralelismos -, sempre revise seu texto ao finaliza-lo. Terceiro, aprofunde sua argumentação, esse é o diferencial da produção. Quarto, e o que mais se evidenciou nesse texto, a ausência de conectores apropriados prejudica acentuadamente a coesão da sua redação, e pode fazer despencar sua nota na competência 4. Por fim, atente-se as quatro perguntas previstas para a intervenção "quem? o quê? como? para quê?", pois esse parágrafo pede seu detalhamento. :)

Felipe082 cassiahso chihirukiki vitoriac[…]

╭──────────────╯ ✍ ⌕ 𖨂 Correção d[…]

A cultura de assédio no Brasil

No livro “50 tons de cinza” é a[…]

joenir jheromagnoli cassiahso Higorrair

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM