Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#56570
De acordo com a Constituição Federal de 1988 em seu ART. 144°, diz que é dever o Estado garantir a segurança pública bem como é responsabilidade de todos os cidadãos. Todavia, não é isso que observa ao analisamos o atual cenário do nosso país quando o assunto é as mortes por intervenção policial. Nesse sentido, vale destacar que uma de suas causas que é a omissão do poder público ou ações e operações desorganizados.
Em primeiro plano, é preciso analisar como os direitos elencados na Carta Magna não estão sendo cumpridos devido à omissão do Governo em relação as mortes cometidas por policias.Nesse viés, pode-se analisar que o Estado falha.Em relação a isso, podemos citar péssimas qualidades de serviço que os profissionais da segurança estão submetidos com péssimos salários, má infraestrutura de trabalho,como também, problemas psiquiátricos advindos da profissão, esses problemas influe diretamente do serviço e nas operações em periferias, aumentando o índice de homicídios contra negros e brancos.
Por conseguinte,deve-se analisar no contexto atual que não só a polícia é "o Vilã da história",mas também a população.Nesse aspecto, pode-se observar que os cidadãos,principalmente,nas comunidades não colabora com a atuação da polícia,uma vez que o tráfico impera ali, por meio de facções criminosas e ameaças contantes a esses indívuduos. Além disso, as ações policiais más organizadas por parte as instituições da segurança pública e falha nas investigações e atuação.
Portanto, é imperativo que o Governo Federal,por meio das secretaris de segurança pública dos Estados imponham os direitos constitucionais as classes mais vulneráveis ( a população negra da periferia que em sua maioria é vítima de homicídio por parte de agentes de segurança), ademais, a comunidade deve atuar de forma conjunta com os órgãos de segurança pública afim de dirimir conflitos e diminuir as mortes no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A Prática do Bullying tem si tornado cada v[…]

No que se refere à democratizaç&atil[…]

Violência Naturalizada O desvalor, e […]

Em pleno século XXI transtornos mentais &ea[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM