• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#67487
A filósofa alemã Hannah Arendt defendia que a essência dos direitos humanos é o direito a tê-los. De forma clara, hoje, sobretudo no Brasil, percebe-se que tal retórica confirma a ineficácia constitucional perante a esses recursos essenciais, principalmente quando a pauta de análise é o esporte, afinal, a sua comunidade é preconceituosa - das reuniões às arquibancadas -, visto que, nela, casos de discriminação são recorrentes. Desse modo, cabe analisar - e combater - essas atitudes, com enfoque na negligência dos responsáveis e na colaboração negativa das torcidas.

Sob essa perspectiva, é importante responsabilizar a negligência das comitivas pelo impasse. Nesse ínterim, um projeto de lei do deputado estadual Altair Moraes define o sexo biológico como o único critério de participação esportiva. Dessa maneira, é fato que os responsáveis pelas normas desse meio utilizam o seu poder de forma arbitrária e intolerante, apossando-se de argumentos fúteis e ideológicos para atingir certas comunidades, como, no caso, a transexual. Por isso, a ocupação de cargos nesses comitês tende a ser realizada de modo segregativo, o qual inibe a voz de representantes que pertencem aos grupos oprimidos. Logo, é indubitável que a relutância do "topo" é uma referência para a "base" a ser discutida.

Nesse sentido, é importante compreender a colaboração negativa das torcidas como um obstáculo. Assim, o Twitter, hoje, é uma das maiores redes sociais do mundo, a qual é utilizada por parte do público esportivo para destilar ódio. Dessa forma, os torcedores possuem um papel fundamental na redução desse preconceito, até porque o maior termômetro do time é o seu público, ou seja, os seus fãs - os quais acabam incitando mais discriminação ao concordar com atos desse feitio. Sendo assim, a participação em campanhas com “hashtags” desrespeitosas nas redes, por parte dos próprios telespectadores, obstaculiza essa luta - o que corrobora o retrocesso.

Dessarte, o Estado precisa se posicionar contra o problema. Para isso, o Ministério da Cidadania, ao lado da Secretaria Especial do Esporte, deve criar a campanha “Leve na Esportiva; não na Intolerância” que, por meio do investimento de verbas, basear-se-ia na realização de publicidades midiáticas e televisivas - em perfis oficiais de times e em intervalos durante jogos - que incitem o respeito às minorias sociais, sobretudo em campo. Além disso, com o mesmo fito de construir um ambiente esportivo mais saudável, é necessário que haja a nomeação de representantes de grupos atingidos pelo preconceito como responsáveis por decisões que afetam a sua comunidade. Em efeito, a essência defendida por Arendt será respeitada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#67488
@Felipe082, @vitoriaca, gatitos, caso possam dar uma olhada... eu agradeceria. Estou meio ausente nesses dias, mas prometo voltar a ativa logo, tá? :?

Sem pressa, ok? Analisem quando estiverem disponíveis. Um beijão! ;)
#67493
Ei Rodrigo! Que saudade, homi :shock: .
Espero que você esteja progredindo bastante nos seus estudos! :geek:

legenda:
(substituição ou acréscimo)
palavra substituída
(estrutura)
erros/desnecessário
corrigido

INTRODUÇÃO /////
A filósofa alemã Hannah Arendt defendia que a essência dos direitos humanos é o direito a tê-los (contextualização). De forma clara, hoje, sobretudo no Brasil, percebe-se que tal retórica confirma a ineficácia constitucional perante a esses recursos essenciais, principalmente quando a pauta de análise é o esporte, afinal, a sua comunidade é preconceituosa - das reuniões às arquibancadas -, visto que, nela, casos de discriminação são recorrentes (tese). Desse modo, cabe analisar - e combater - essas atitudes, com enfoque na negligência dos responsáveis e na colaboração negativa das torcidas (encaminhamento).

OBSERVAÇÃO: ⚠//✔
estrutura
organização
tese
conectivos
extras: Excelente repertório. Hannah Arendt, particularmente, é boa demais. Como já afirmei acima, tudo completo e bem exposto.

DESENVOLVIMENTO /////
Sob essa perspectiva, é importante responsabilizar a negligência das comitivas pelo impasse (apresentação da ideia). Nesse ínterim, um projeto de lei do deputado estadual Altair Moraes define o sexo biológico como o único critério de participação esportiva. Dessa maneira, é fato que os responsáveis pelas normas desse meio utilizam o seu poder de forma arbitrária e intolerante, apossando-se de argumentos fúteis e ideológicos para atingir certas comunidades, como, no caso, a transexual. Por isso, a ocupação de cargos nesses comitês tende a ser realizada de modo segregativo, o qual inibe a voz de representantes que pertencem aos grupos oprimidos (encaminhamento da argumentação). Logo, é indubitável que a relutância do "topo" é uma referência para a "base" a ser (que será) discutida (fechamento).

Nesse sentido, é importante compreender a colaboração negativa das torcidas como um obstáculo (apresentação da ideia). Assim, o Twitter, hoje, é uma das maiores redes sociais do mundo, a qual é utilizada por parte do público esportivo para destilar ódio. Dessa forma, os torcedores possuem um papel fundamental na redução desse preconceito, até porque o maior termômetro do time é o seu público, ou seja, os seus fãs - os quais acabam incitando mais discriminação ao concordar com atos desse feitio (encaminhamento da argumentação). Sendo assim, a participação em campanhas com “hashtags” desrespeitosas nas redes, por parte dos próprios telespectadores, obstaculiza essa luta - o que corrobora o retrocesso (fechamento).


OBSERVAÇÃO: ⚠//✔
organização
estrutura
argumentação para defesa de um ponto de vista
conectivos
extras: Seu ponto de vista está sendo exposto de forma consistente e pertinente. Ótimas referências. Apenas fiz uma substituição simplória no D1, já que seria repetido "a" 2x.

CONCLUSÃO /////
Dessarte, o Estado precisa se posicionar contra o problema. Para isso, o Ministério da Cidadania, ao lado da Secretaria Especial do Esporte, deve criar a campanha “Leve na Esportiva; não na Intolerância” que, por meio do investimento de verbas, basear-se-ia na realização de publicidades midiáticas e televisivas - em perfis oficiais de times e em intervalos durante jogos - que incitem o respeito às minorias sociais, sobretudo em campo. Além disso, com o mesmo fito de construir um ambiente esportivo mais saudável, é necessário que haja a nomeação de representantes de grupos atingidos pelo preconceito como responsáveis por decisões que afetam a sua comunidade. Em efeito, a essência defendida por Arendt será respeitada.

agente
ação
modo/meio
finalidade
detalhamento

OBSERVAÇÃO: ⚠//✔

5 elementos
organização
proposta de intervenção
extras: Perfeito!

Bom, essa foi minha análise. Lembrando que não sou especialista, mas sei um pouquinho :?
Perto de você, sou minúscula :lol:
Espero que te ajude, de coração!

Se precisar, já sabe! Abraço.

ps: caso você consiga, dê uma olhadinha na minha ultima dissertação, please? não precisa corrigir, apenas uma simples opinião - o que vale demais :?
Agradecida! <3

Parabéns pelo texto, como sempre!
#67500
vitoriaca escreveu:Bom, essa foi minha análise. Lembrando que não sou especialista, mas sei um pouquinho
Perto de você, sou minúscula
Espero que te ajude, de coração!
Ooopa! Muito obrigado, vit! Ah, você, com certeza, não é minúscula, viu? Valorize-se, mulher! :lol:
vitoriaca escreveu:ps: caso você consiga, dê uma olhadinha na minha ultima dissertação, please? não precisa corrigir, apenas uma simples opinião - o que vale demais
Agradecida! <3
Consigo sim! Não sei se uma correção, mas comentarei sobre ainda hoje. Ok?

Um abração! :D

EmillyySilva poderia me ajudar a corrigir essa r[…]

igualdade a todos

A constituição federal de 1988, docu[…]

A obra da artista brasileira Tarsila do Amaral &ls[…]

geoca , obrigadaaaa pelas correção❤[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM