• Avatar do usuário
#70801
O filósofo grego Aristóteles defendeu que " a base da sociedade é a justiça". Entretanto, no Brasil a justiça ainda não é uma realidade, uma vez que o combate ao bullying nas escolas do Brasil é uma veracidade que tem se tornado repetitivo e que muita das vezes as escolas não dão a devida importância. Com isso, emerge um problema sério, em virtude da falta de denúncia e do silenciamento.
Nesse contexto, em primeiro plano, é preciso atentar para a falta de denúncia presente na questão. Para Djamila Ribeiro, " o silêncio é cúmplice da violência" tal silêncio está presente no escasso exercício da denúncia do combate ao bullying nas escolas do Brasil, visto que o indivíduo mais frágil é intimidado e muita das vezes sofre de agressões, ameaças, insultos e perseguições por meses e anos e não denúncia por medo. Assim é preciso que o silêncio deixe de ser cúmplice da violência, e o exercício da denúncia seja ampliado.
Além disso, cabe analisar o impacto do silenciamento no problema. A teoria da ação comunicativa, de Habermas, defende que a linguagem é uma forma de ação. Porém, há uma lacuna dessa ação quanto o combate ao bullying nas escolas do Brasil, visto que muita das vezes as escolas no Brasil não demonstram tanta importância a esse problema tratando como descasso ou não apresentam uma solução que tenha eficácia e assim o problema tem duração assídua. Assim, sem ação comunicativa, o problema segue em inércia.
Portanto, faz-se necessário uma intervenção. Para isso, o Instagram deve criar uma campanha que trate do combate ao bullying nas escolas do Brasil, por meio de tutoriais com orientações precisas, afim de reverter o silenciamento que impera. Tal ação pode, ainda, ser divulgada como uma "hashtag" Para atingir mais pessoas. Paralelamente, é preciso intervir sobre a falta de denúncia presente no problema. Dessa forma, a justiça poderá fazer parte da base social, conforme defendeu Aristóteles.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Atos violentos dentro da vida escolar dos estudant[…]

EmillyySilva hel0oooo poderiam corrigir? Por[…]

Eu tenho muitas redações para serem […]

Sobre seu texto: possui poucos erros gramaticais[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM