• Avatar do usuário
#77586
No Brasil contemporâneo, ainda se encontra uma enorme dificuldade em combater as tragédias causadas pelas chuvas e enchentes. Sob essa ótica, é preciso resolver a problemática, mas antes é preciso destacar que a organização do estado é o maior fator agravante, o que cria diversas consequências, como a carência de políticas de moradia.
Em primeira análise, o planejamento do governo estadual vem se mostrando insuficiente para as consequências geradas pelas chuvas. Segundo o professor Roberto Andrés, as cidades que mais sofrem com as enchentes foram as desconsideraram o curso da água em sua elaboração. Sendo assim, percebe-se o despreparo do atual governo, pois acreditaram que ocupar áreas próximas a rios e córregos sem adaptar as construções seria uma ideia viável, mesmo sendo do ciclo natural que os rios se encham em certos períodos do ano. Por isso a resolução se torna complexa, pois essa ideia equivocada está internalizado em várias cidades brasileiras.
Dessa forma, ocorre a equivocada ocupação em morros e encostas promovidas pelo estado. Conforme o climatologista José Marengo, os governos não estão se preparando para a nova realidade, apesar dos alertas de cientistas. Com isso, se torna perceptível se está vivendo em uma época de chuvas mais intensas e esses eventos serão cada vez mais comuns. Porém, é inútil culpar a natureza, já que as mudanças climáticas só evidenciam as situações de delineamento precário. Assim, se faz claro as consequências formadas pela falta uma política de habitação adequada.
Portanto, é necessária uma intervenção pontual no revés. Para isso, cabe ao Poder do Estado a criação de um projeto que desenvolva a administração das políticas de moradia - em sejam retiradas as pessoas desses locais e movidas para uma região segura - para que se cessar as tragédias causadas pela má distribuição do governo estadual. Logo, a partir dessas medidas, espera-se a efetividade em combater as tragédias causadas pelas chuvas e enchentes no Brasil. :D
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

São muitos os casos de impunidade do sistem[…]

Bom dia pessoal, JoaoPedro72 , muito obrigado p[…]

Agora que lembrei que não é poss&iac[…]

Esquecimento histórico

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM