Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#58923
A constituição federal de 1888, documento jurídico mais importante do Brasil, prevê em seu artigo, 6°, o direito a segurança como inerente a todo brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase, na prática, quando se observa o Combate a Transfobia no Brasil, dificultando, assim, a universalização desse direito social tão importante diante dessa perspectiva, faz-se uma imperiosa análise dos fatores que favorecem com esse quadro.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a transfobia no Brasil. Nesse sentido, traz como consequências inúmeras violências contra pessoas transexuais, lésbicas, e travestis. Porcentagem altíssima de denúncias de violência e homicídios contra essas pessoas. Essa conjuntura segundo o filósofo John Locke, configura-se como uma violação do "contrato social", já que o estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direito indispensáveis, como a proteção e a segurança dessas pessoas, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar a recrudescência na qual a comunidade LGBT é tratada. Sem contar com o desacordo de empresas que não garantem uma vaga no mercado de trabalho. O que faz com que criem rótulos negativos, virando assim, impulsionador a transfobia no Brasil. Segundo a pesquisa da TGEU, aponta que 78% dos homicídios ocorrem no Brasil. Diante de tal exposto, o preconceito contra o público LGBT, logo, é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o governo, por intermédio de campanhas, palestras criem um meio de proteção a todas essas pessoas, fazendo-as com que se sintam mais seguras, de modo a diminuir o preconceito e a violência. Assim, torna-se-à possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos elementos elencados na magna carta.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 185

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 185

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Thamyres123 , por nada! precisando estamos aqui […]

Com o advento da Revolução Té[…]

Trabalho escravo

Na obra "Utopia de More", de Thomas More[…]

No mais, você escreve muito bem e apresenta […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM