• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#81483
A ex-participante do programa de TV "Viu Brother Brasil", Juliette, após adquirir fama nacional e tornar-se influenciadora, gerou o esgotamento do modelo de tênis que usava, pois muitos brasileiros viram nessa um exemplo a ser seguido. Analogamente, essa autoridade é cedida à todos que obtém um número significativo de seguidores nas redes sociais. Entretanto, apenas uma parcela insignificante de pessoas age com a responsabilidade de tomar cuidado com as indicações e influências. Dentre os pilares que sustentam esse charlatanismo estão a ganância por dinheiro e a falta de informação do público consumidor.
Inicialmente, nota-se a ambição financeira como um agravante da problemática. Nesse sentido, segundo o filósofo alemão Karl Marx, o capital não tem a mínima consideração pela saúde do trabalhador, logo, influenciadores divulgam produtos pensando, exclusivamente, no retorno monetário, e não no bem-estar do povo. Esse descaso causa, além de prejuízos financeiros, o sentimento de ilusão e enganação perante aos cidadãos que apreciam o trabalho das celebridades da internet. Assim, é de suma importância combater essa problemática.
Ademais, a confiança exagerada do público perante os influenciadores é outro fator que impede a resolução desse obstáculo. Dessa forma, o sociólogo Goffman, no estudo sobre a Mortificação do Eu, alega que, por fatores coercitivos, os cidadãos perdem o pensamento individual e juntam-se ao coletivo. Seguindo esse raciocínio, percebe-se que os consumidores de conteúdo na internet tornaram-se alienados e incapazes de distinguir o superficial do realmente necessário, o que, lamentavelmente, causa malefícios à saúde mental e até física desses admiradores. Logo, é necessário reverter essa abstração.
Urge, portanto, extinguir essa problemática. Dessa forma, o Governo Federal, como principal responsável pelo bem-estar da população, deve oferecer palestras sobre o poder da persuasão e os perigos que essa causa no público convicto. Tais debates devem ser feitos nas escolas, por meio de psicologos e terapeutas especializados no assunto. Além disso, devem contar com exemplos de pessoas que caíram em artimanhas devido à influência inconsequentes, com a finalidade de que a população esteja ciente da persuadição que sobre ela pode cair. Somente assim, o charlatanismo será combatido no Brasil.


@eurodrigo @walace @Jotaveh @Mylike @Isabelaassis @Gi69 @larissa0205 @juliardrgs
oi gente, quem puder corrigir, ficarei grata :))
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 177

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 167

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 183

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#81485
@mariamigon, aaaaa o corretor automático 🤡🤡🤡 desconsiderem o texto acima, agora vai do jeito certo

A ex-participante do programa de TV "Big Brother Brasil", Juliette, após adquirir fama nacional e tornar-se influenciadora, gerou o esgotamento do modelo de tênis que usava, pois muitos brasileiros viram nessa um exemplo a ser seguido. Analogamente, essa autoridade é cedida à todos que obtém um número significativo de seguidores nas redes sociais. Entretanto, apenas uma parcela insignificante de pessoas age com a responsabilidade de tomar cuidado com as indicações e influências. Dentre os pilares que sustentam esse charlatanismo estão a ganância por dinheiro e a falta de informação do público consumidor.
Inicialmente, nota-se a ambição financeira como um agravante da problemática. Nesse sentido, segundo o filósofo alemão Karl Marx, o capital não tem a mínima consideração pela saúde do trabalhador, logo, influenciadores divulgam produtos pensando, exclusivamente, no retorno monetário, e não no bem-estar do povo. Esse descaso causa, além de prejuízos financeiros, o sentimento de ilusão e enganação perante aos cidadãos que apreciam o trabalho das celebridades da internet. Assim, é de suma importância combater essa problemática.
Ademais, a confiança exagerada do público perante os influenciadores é outro fator que impede a resolução desse obstáculo. Dessa forma, o sociólogo Goffman, no estudo sobre a Mortificação do Eu, alega que, por fatores coercitivos, os cidadãos perdem o pensamento individual e juntam-se ao coletivo. Seguindo esse raciocínio, percebe-se que os consumidores de conteúdo na internet tornaram-se alienados e incapazes de distinguir o superficial do realmente necessário, o que, lamentavelmente, causa malefícios à saúde mental e até física desses admiradores. Logo, é necessário reverter essa abstração.
Urge, portanto, extinguir essa problemática. Dessa forma, o Governo Federal, como principal responsável pelo bem-estar da população, deve oferecer palestras sobre o poder da persuasão e os perigos que essa causa no público convicto. Tais debates devem ser feitos nas escolas, por meio de psicólogos e terapeutas especializados no assunto. Além disso, devem contar com exemplos de pessoas que caíram em artimanhas devido à influência inconsequentes, com a finalidade de que a população esteja ciente da persuadição que sobre ela pode cair. Somente assim, o charlatanismo será combatido no Brasil.
#81595
Achei somente um erro de concordância, mas de resto a sua redação está ótima!(Talvez alguma coisa passou despercebida na questão da C1, mas as outras você gabarito)Obs, sou apenas um estudante... :)
#81755
A ex-participante do programa de TV "Big Brother Brasil", Juliette, após adquirir fama nacional e tornar-se influenciadora, gerou o esgotamento do modelo de tênis que usava, pois muitos brasileiros viram nessa um exemplo a ser seguido. Analogamente, essa autoridade é cedida à todos que obtém um número significativo de seguidores nas redes sociais. Entretanto, apenas uma parcela insignificante de pessoas age com a responsabilidade de tomar cuidado com as indicações e influências. Dentre os pilares que sustentam esse charlatanismo estão a ganância por dinheiro e a falta de informação do público consumidor.
meu anjo, não entendi o charlatanismo aqui, só vi publicidade comum... seria melhor ter falado sobre a divulgação da cloroquina como remédio eficaz contra a covid-19, sendo que ela já fora decretada pelo Organização Mundial de Saúde como ineficaz para tal.

não identifiquei problemas no D1 e D2.

Urge, portanto, extinguir essa problemática. Dessa forma, o Governo Federal, como principal responsável pelo bem-estar da população, deve oferecer palestras sobre o poder da persuasão e os perigos que essa causa no público 1.convicto. Tais debates devem ser feitos nas escolas, por meio de psicólogos e terapeutas especializados no assunto. Além disso, devem contar com exemplos de pessoas que caíram em artimanhas devido à 2.influência inconsequentes, com a finalidade de que a população esteja ciente da persuadição que sobre ela pode cair. Somente assim, o charlatanismo será combatido no Brasil.

1.apenas retire essa palavra
2.erro de concordância, ou ambos no singular ou ambos no plural, certo?
Redação ENEM 2021

chicao KarllaViit EuDavila Eumesmaoxi Ped[…]

Olá, alguém poderia corrigir? 😊 @An[…]

Na novela Avenida Brasil, é visto um exempl[…]

Você poderia dar uma nota para minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM