• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#77764
“O diabo veste prada”, um clássico do cinema de Hollywood, problematiza o assédio moral no trabalho ao retratar a relação desgastante entre uma desmoralizada estagiária de revista de moda e sua cruel superiora. Sob esse viés, a obra elucida um grande entrave da contemporaneidade uma vez que as novas relações sociais com o trabalho e as lacunas na legislação brasileira propiciam abusos de poder nas empresas podendo, inclusive, ocasionar situações humilhantes envolvendo o subordinado. Dito isso, é indubitável a necessidade de debates acerca do problema, bem como de reforma trabalhistas.
Em princípio, vale apontar que a normatização do trabalho exacerbado anula o senso crítico do indivíduo. Nesse aspecto, o filósofo Byung-Chul Han, estudioso das relações interpessoais, caracteriza a população hodierna como “sociedade do cansaço” uma vez que os indivíduos têm trabalhado cada vez mais, levando seu corpo e mente à exaustão. Sob essa ótica pode-se afirmar que, imersos nessa brutal rotina de excessivas horas trabalhando e expostos à confusão mental advinda dessa sobrecarga, se torna dificultoso identificar situações de assédio moral nos vínculos sociais. Logo, é mister a retomada da capacidade de julgamentos dos subordinados por meio de debates que escancarem essa problemática empresarial.
Outrossim, tem-se como agravante desse quadro, a abordagem deficiente desse tema na Consolidação das Lei Trabalhistas (CLT), repercutindo em desamparo de quem busca denunciar essa categoria de assédio. Acerca disso, sancionada pelo ex-presidente do Brasil Getúlio Vargas, a CLT regulamenta direitos dos funcionários e abrange temas como férias e jornada de trabalho. No entanto, o documento se prova obsoleto na medida em que exclui do seu texto punições aplicáveis em casos de assédio moral no ambiente de trabalho. Sendo assim, receosos da impunidade de seus abusadores, há a abstenção dos envolvidos, conjuntura que demanda mudanças.
Portanto, diante do exposto, é imperioso o engajamento do Ministério do Trabalho, em consonância com suas secretarias, na promoção de reformulação dos direitos trabalhistas. Tal prerrogativa deve ser firmada por meio de projeto de lei a ser aprovado na Câmara dos Deputados, devendo o adendo firmar com clareza os limites das relações entre superior e subordinado, além de prever punições adequadas para casos de transgressão. Nesse sentido, tão ação objetiva fundamentar as denúncias para que estas não sejam negligenciadas. Além disso, baseadas na norma criada, propagandas conscientizadoras devem ser veiculadas na mídia, pelo Ministério da Educação, com a finalidade de esclarecer as nuances de um tratamento hostil em ambiente de trabalho, para que seja fácil ao funcionário identificar tais crimes quando ocorrerem.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#77765
Boa tarde, pessoal! estudo sozinha e estou tentando alinhar minha redação aos moldes de uma nota 1000. Podem opinar sobre o que acharam da estrutura de texto? me ajudaria imensamente! Fico feliz em ajudar vocês também, me marquem!



@Deivid16 @eurodrigo @Anne24 @EmillyySilva @Loloy @EduardoPedro @Gi69 @anacar12340 @Hods @anasilva1 @yukine @geoca @Mireli2021 @Jennyy1609 @isaisaisa @EuDavila
#77841
Introdução
[..](1) “O diabo veste prada”, um clássico do cinema de Hollywood, problematiza o assédio moral no trabalho [vírgula] ao retratar a relação desgastante entre uma desmoralizada estagiária de revista de moda e sua cruel superiora. Sob esse viés, a obra elucida um grande entrave da contemporaneidade [vírgula] uma vez que as novas relações sociais com o trabalho e as lacunas na legislação brasileira propiciam abusos de poder nas empresas podendo, inclusive, ocasionar situações humilhantes envolvendo o subordinado. Dito isso, é indubitável a necessidade de debates acerca do problema, bem como de reforma(2) trabalhistas.

Comentário
(1) - Faltou a preposição "No" e dizer qual grupo o repertório pertence, acredito que seja filme.
(2) - Concordância: "reformas".

Desenvolvimento 01
Em princípio(3), vale apontar que a normatização do trabalho exacerbado anula o senso crítico do indivíduo. Nesse aspecto, o filósofo Byung-Chul Han, estudioso das relações interpessoais, caracteriza a população hodierna como “sociedade do cansaço” uma vez que os indivíduos têm trabalhado cada vez mais, levando seu corpo e mente à exaustão. Sob essa ótica [vírgula] pode-se afirmar que,(4) imersos nessa brutal rotina de excessivas [de](5) horas trabalhando e expostos à confusão mental advinda dessa sobrecarga, se torna(6) dificultoso identificar situações de assédio moral nos vínculos sociais. Logo, é mister a retomada da capacidade de julgamentos dos subordinados[vírgula] por meio de debates que escancarem essa problemática empresarial.

Comentário
(3) - Em princípio, em primeiro lugar, em primeiro plano, primariamente e entres outros, são conectivos que não são mais contabilizados como operadores interparágrafos.
(4) - Não se separa a oração principal da subordinada.
(5) - Faltou a preposição.
(6) - Não se inicia frases com pronome oblíquo.

Desenvolvimento 02
Outrossim, tem-se como agravante desse quadro, a abordagem deficiente desse tema na Consolidação das Lei Trabalhistas (CLT), repercutindo em desamparo de quem busca denunciar essa categoria de assédio. Acerca disso, sancionada pelo ex-presidente do Brasil Getúlio Vargas, a CLT(7) regulamenta direitos dos funcionários e abrange temas como férias e jornada de trabalho. No entanto, o documento se prova obsoleto na medida em que exclui do seu texto punições aplicáveis em casos de assédio moral no ambiente de trabalho. Sendo assim, receosos da impunidade de seus abusadores, há a abstenção dos envolvidos, conjuntura que demanda mudanças.

Comentário
(7) - Para evitar repetição use um pronome pessoal.

Conclusão
Portanto, diante do exposto, é imperioso o engajamento do Ministério do Trabalho, em consonância com suas secretarias (Agente), na promoção de reformulação dos direitos trabalhistas (Ação). Tal prerrogativa deve ser firmada [vírgula]por meio de projeto de lei a ser aprovado na Câmara dos Deputados (Meio/modo), devendo o adendo firmar com clareza os limites das relações entre superior e subordinado, além de prever punições adequadas para casos de transgressão (Detalhamento). Nesse sentido, tão(9) ação objetiva fundamentar as denúncias para que estas não sejam negligenciadas (Efeito). Além disso, baseadas na norma criada, propagandas conscientizadoras devem ser veiculadas na mídia (Ação + meio/modo), (8) pelo Ministério da Educação (Agente), com a finalidade de esclarecer as nuances de um tratamento hostil em ambiente de trabalho (Efeito), para(10) que seja fácil ao funcionário identificar tais crimes quando ocorrerem. (Detalhamento)

Comentário
(8) - Não separe sujeito do predicado.
(9) - Acredito que aqui seria "tal".
(10) - O "para" com sentido de finalidade foi repetido muitas vezes no texto.
#77842
@thayolivb, a estrutura da sua redação está boa, eu diria que só precisa revisar as C1 e C4 que vai dar tudo certo 🤗
#77848
@3m1ly , cue correção incrível e detalhada, amei! Gratidão pelo tempo depreendido com meu texto.
A sugestão de melhora na C4 é devido aos conectivos ou porque você achou os repertórios inadequados? Eis uma curiosidade: na cartilha do corretor da redação do enem é explicitado que apenas 2 conectivos no início de parágrafos no decorrer do texto e 2 no meio do parágrafo são necessários para pontuar 200.

Vou me atentar aos erros apontados, no mais, gostaria de fazer algumas observações que também podem te ajudar com seus textos:

Erro (1) - não é mandatório começar com preposição, tem-se vários exemplos disso nas redações nota 1000 do enem 2020. Além disso, o grupo ao qual o repertório pertence, apesar de também não ser mandatório, está implícito na oração seguinte "um clássico do cinema de Hollywood" (ou seja, é um filme).

Erro (2) - falta de vírgulas - não se usa vírgula para separar oração subordinada adverbial consecutiva, acho que você se confundiu.

Erro (3) - Legal, vejo muita gente falando sobre isso ultimamente, mas achava que só se aplicava ao conectivo "Em primeiro plano". Onde o Inep se pronunciou quanto à invalidade desses conectivos? gostaria muito de ler para estar inteirada! O que você sugere que eu use no lugar?

Erro (4) - Quando a oração subordinada estiver antes da oração principal, o uso da vírgula é obrigatório, acho que você se confundiu.

Erro (5) - a preposição está logo ali : "rotina DE excessivas [de](5) horas trabalhando" mas mudei para "horas trabalhadas" porque o trecho tava meio estranho mesmo
#77854
@thayolivb, oiii vi que deixei algumas dúvidas, então vou explicar, mas lembrandp que não sou corretora, então pode haver erros. :D

De início, na C4 são contabilizados 2 operadores, mas o desenvolvimento 02 e conclusão têm, só que ela avalia também a coesão e ausência de alguns termos dificultou a sequência.

Erro (1) - Não é obrigatória, mas se a oração necessitar para o entendimento, como tem que dizer se é uma série, um livro, um filme ou outros, nesse caso, "filme" chama "em+o" que juntos formam "no"
Erro (2) - Nas adverbias as vírgulas podem ser colocadas, mas essa frase "pode-se afirmar que, imersos nessa brutal rotina de excessivas" tem subordinada subjetiva, então não usa vírgula.
Erro (3) - Você pode encontrar na cartilha da C4 que está disponível no site oficial do Inep, eu tenho ela, só não te mando, porque é proibido manda anexos que não sejam da nossa autoria aqui no app/site.
Erro (4) - É facultativo pode colocar ou não se for adversativa, mas qualquer uma, bom não conheço.
Erro (5) - Tudo bem

- Bom é isso :)

Em 2019 a grave doença, Covid-19 se alastro[…]

"Chega de fui-fiu"

"Estão vestidas para matar", aque[…]

Geralmente, quando se comete um crime considerado […]

No Brasil, os desafios para a atenuaç&atild[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM