• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#66768
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6°, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa a cibercondria, dificultando, desse modo, a universalização desse direito social tão importante. Esse cenário antagônico é fruto tanto da falta de acesso à saúde, quanto da automedicação.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater essa doença da era digital, a cibercondria. Nesse sentido, a falta de acesso à saúde reverbera essa situação, visto que os indivíduos por não ter esse direito garantido, procuram mecanismos de buscas para solucionar o seu problema e, por conseguinte, são consultados pelo "Doutor Google" que aplica um diagnóstico impreciso, proporcionado um atendimento prático e rápido. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista Jonh Locke, configura -se como uma violação do "contrato social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como a saúde, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é imperativo ressaltar a automedicação como promotora do problema. O documentário "take your pills", dirigido por Alisson Klayman, por exemplo, traz consciência a respeito do aumento de medicação de indivíduos com TDAH, pois retrata a vida de quem sempre tem a disposição remédios estimulantes. Partindo desse pressuposto, a medicalização excessiva abre um debate sobre a sociedade atual, no qual a competitividade e a alta demanda por resultados levam os indivíduos à exaustão e, muitas vezes, a usar drogas para compensá-la e conseguir aumentar sua produtividade. Tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que a automedicação contribui para a perpetuação desse quadro deletério.
Depreende-se, portanto, a necessidade de combater esses obstáculos. Sendo assim, é imprescindível que o Ministério da Saúde, por intermédio dos meios midiáticos, devem elaborar propagandas televisionados em todo território nacional acerca das causas e consequências da cibercondria. Dessa forma, a temática será amplamente abordada, proporcionando um entendimento crítico sobre ela e, consequentemente, uma sociedade mais consciente. Por fim, os brasileiros verão o direito garantido pela Constituição como uma realidade próxima.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#66783
INTRODUÇÃO
Em 2020 nos Estados Unidos, um homem negro foi morto asfixiado por um policial, esse episódio gerou fortes ondas de protestos contra esses tipos de ações policiais violentas. Entretanto, esse acontecimento vai de encontro com a realidade brasileira, no Brasil é comum casos de pessoas mortas ou violentadas por ações policiais abusivas. Diante disso, é preciso analisar as causas desta adversidade para combatê-la.

DESENVOLVIMENTO 1
A princípio, no Brasil é considerado aos policiais a lei de sustentação e defesa, baseia-se no artigo 23 do código penal, ao ser cometida uma morte "em estado de necessidade, em legítima defesa ou em estrito cumprimento do dever legal". Contudo, vemos na prática as ações ultrapassando essa barreira e polícias usando o argumento de "legítima defesa" mesmo matando uma pessoa inocente. Como aconteceu com Rogério, jovem de 19 anos morto em São Paulo por PMs ,eles alegaram que tiveram a impressão que o jovem iria "sacar uma arma" mas o jovem estava desarmado.

DESENVOLVIMENTO 2
Além disso, é comum o abuso de poder por policiais sem limites em diversas ocasiões. Exemplo disso, uma ação da Polícia Militar em 2008 no Estado do Sergipe, quando jovens que jogavam futebol no campo da escola, foram agredidos por PMs, por terem apenas passado do horário permitido. Ou seja, a conduta destes policiais é inadmissível e desrespeitosa.


CONCLUSÃO
Diante disso, o Congresso Nacional tem o dever de por meio de um projeto de lei reformular o Código Penal,afim de um aumento das penas para crimes cometidos pelos policiais.E também o Estado tem o dever de estabelecer critérios mais rígidos de arregimentação e de melhorar a formação dos policiais,para acabar com acontecimentos de inadmissíveis,como ocorrido com os jovens agredidos em Sergipe pelos PMs .
#67119
@Cassio19, Ei! Demorei mas cheguei :?
Perdão! Vamos à correção!

legenda:
(substituição)
palavra substituída
(estrutura)
erros
corrigido

//////////////////////////////////INTRODUÇÃO////////////////////////////////// (6 linhas)

A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6°, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro (contextualização). Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa a cibercondria, dificultando, desse modo, a universalização desse direito social tão importante (tese). Esse cenário antagônico é fruto tanto da falta de acesso à saúde, quanto da automedicação (encaminhamento-argumentação).

OBSERVAÇÕES:
Introdução está ok! Parabéns :D O único ponto que tenho para especificar, e sobre a relação da tese... Você poderia ter se aprofundado mais com a sua contextualização.

/////////////////////////////////DESENVOLVIMENTO////////////////////////////////// (18 linhas - 9 para cada)
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater essa doença da era digital, a cibercondria (apresentação da ideia). Nesse sentido, a falta de acesso à saúde reverbera essa situação, visto que os indivíduos por não ter esse direito garantido, procuram mecanismos de buscas para solucionar o seu problema e, por conseguinte, são consultados pelo "Doutor Google" que aplica um diagnóstico impreciso, proporcionado um atendimento prático e rápido (encaminhamento da ideia). Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista Jonh Locke, configura -se como uma violação do "contrato social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como a saúde, o que infelizmente é evidente no país (fechamento).
OBSERVAÇÕES: D1 está ok!

Ademais, é imperativo ressaltar a automedicação como promotora do problema (apresentação da ideia). O documentário "take your pills", dirigido por Alisson Klayman, por exemplo, traz consciência a respeito do aumento de medicação de indivíduos com TDAH, pois retrata a vida de quem sempre tem a disposição remédios estimulantes. Partindo desse pressuposto, a medicalização excessiva abre um debate sobre a sociedade atual, no qual a competitividade e a alta demanda por resultados levam os indivíduos à exaustão e, muitas vezes, a usar drogas para compensá-la e conseguir aumentar sua produtividade (encaminhamento da ideia). Tudo isso retarda a resolução do empecilho, já que a automedicação contribui para a perpetuação desse quadro deletério (fechamento).
OBSERVAÇÕES:
Excelente repertório! D2, ok!

//////////////////////////////////CONCLUSÃO////////////////////////////////// (6 linhas)

Depreende-se, portanto, a necessidade de combater esses obstáculos. Sendo assim, é imprescindível que o Ministério da Saúde, por intermédio dos meios midiáticos, devem elaborar (elabore) propagandas televisionados em todo território nacional acerca das causas e consequências da cibercondria. Dessa forma, a temática será amplamente abordada, proporcionando um entendimento crítico sobre ela e, consequentemente, uma sociedade mais consciente. Por fim, os brasileiros verão o direito garantido pela Constituição como uma realidade próxima.
agente
ação
modo/meio
finalidade
detalhamento

OBSERVAÇÕES:
Faltou apenas o detalhamento! Experimente coloca-lo no "Modo/meio".

Espero que te ajude!
#67126
@Cassio19, Disponha! Perdão novamente, pela demora :roll:
A exploração trabalhista

A constituição federal de 1988[1], d[…]

EmillyySilva poderia me ajudar a corrigir essa r[…]

igualdade a todos

A constituição federal de 1988, docu[…]

A obra da artista brasileira Tarsila do Amaral &ls[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM