• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#72470
A Constituição Federal de 1988 assegura os direitos e o bem-estar de todos os indivíduos, de modo a alcançar a integridade e a equidade social. Entretanto, sua efetivação não é plena, visto que o racismo é um problema que persiste na sociedade. Logo, faz-se necessário analisar suas consequências e o que dificulta a resolução desse impasse.

Em primeiro lugar, é imprescindível a análise acerca dos impactos do preconceito por meio de uma perspectiva histórica. A sociedade brasileira edificou-se sob um sistema escravocrata que durou mais de 300 anos e utilizava a "superioridade racial" para submeter indígenas e africanos ao trabalho escravo. Apesar da distância temporal, suas consequências são perceptíveis, uma vez que as minorias enfrentam condições de vida diferentes, bem como a dificuldade de inclusão social e a desigualdade econômica. Dessa forma, percebe-se a necessidade de superar essas mazelas históricas.

Ademais, vale ressaltar a negligência social e governamental como impasses na situação em questão. Segundo o filósofo Edmund Burke, a falta de ampla compreensão a respeito do passado implica em tendência à recorrência dos mesmos erros no presente. Sob essa ótica, o preconceito somado a insuficiência de leis que punam tal prática e a ausência de políticas de inclusão social, fomentam a persistência do racismo na sociedade. Desse modo, a atuação dos cidadãos e do governo é fundamental para contornar o problema.

Portanto, fica claro que para atenuar o entrave abordado, faz-se mister que o governo fiscalize a execução das leis e crie políticas voltadas à inclusão social das minorias. Além disso, é notória a importância da compreensão da população acerca das consequências da discriminação racial. Assim, espera-se a integração social efetiva mediante os elementos da Constituição.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#72779
A Constituição Federal de 1988 assegura os direitos e o bem-estar de todos os indivíduos, de modo a alcançar a integridade e a equidade social. Entretanto, sua efetivação não é plena, visto que o racismo é um problema que persiste na sociedade. Logo, faz-se necessário analisar suas consequências e o que dificulta a resolução desse impasse.

Em primeiro lugar, é imprescindível a análise acerca dos impactos do preconceito por meio de uma perspectiva histórica. [faltou conectivo] A sociedade brasileira edificou-se sob um sistema escravocrata que durou mais de 300 anos e utilizava a "superioridade racial" para submeter indígenas e africanos ao trabalho escravo. Apesar da distância temporal, suas consequências são perceptíveis, uma vez que as minorias enfrentam condições de vida diferentes, bem como a dificuldade de inclusão social e a desigualdade econômica. Dessa forma, percebe-se a necessidade de superar essas mazelas históricas.

Ademais, vale ressaltar a negligência social e governamental como impasses na situação em questão. Segundo o filósofo Edmund Burke, a falta de ampla compreensão a respeito do passado implica em tendência à recorrência dos mesmos erros no presente. Sob essa ótica, o preconceito somado a insuficiência de leis que punam tal prática e a ausência de políticas de inclusão social, fomentam a persistência do racismo na sociedade. Desse modo, a atuação dos cidadãos e do governo é fundamental para contornar o problema.

Portanto, fica claro que para atenuar o entrave abordado, faz-se mister que o governo < se trazer nome de órgão demonstra mais conhecimento] fiscalize a execução das leis e crie políticas voltadas à inclusão social das minorias. Além disso, é notória a importância da compreensão da população acerca das consequências da discriminação racial. Assim, espera-se a integração social efetiva mediante os elementos da Constituição.

* Não tenho o que falar, está bem estruturada e trouxe repertório pertinente

JoaoPedro72 , qual dica você me daria para[…]

Sua redação ficou muito boa, mas pec[…]

Seu texto ficou muito bom, mas busque entender sob[…]

1-poucos erros gramaticais, você escreve b[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM