• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#80142
O filósofo francês Sartre defende que compete ao ser humano escolher seu modo de agir, pois este seria livre e responsável. No entanto, nota-se uma impunidade do tecido social no que concerne à questão dos caminhos para se estabelecer uma consciência ambiental, visto que os indivíduos ainda no contexto do século XXI se mantêm omissos aos danos ambientais, objetivados principalmente pelo viés econômico. Nesse sentido, observa-se um delicado cenário, que tem como causas a mentalidade social e a lógica capitalista.
Dessa forma, em primeira análise, o pensamento público é um desafio presente nesse imbróglio. Conforme Durkhein, o fato social é a maneira coletiva de pensar. Sob essa ótica, embora os cidadãos sejam incentivados sobre a conscientização ambiental, entretanto tal premissa não é posta em prática, o que suscita em malefícios, muitas vezes irreversíveis, tanto para o meio ambiente quanto para a comunidade. logo, urge que o fato social seja repensado.
Em paralelo, a priorização de interesses financeiros é um entrave no que tange a esse dilema. Para Bauman, os valores da sociedade estão sendo colonizados pela lógica de mercado. Nessa perspectiva, as empresas detentoras de maiores lucros deixam a desejar no quesito sustentabilidade ambiental, propiciando um déficit insustentável bem como um desacato constitucional. Além de resultar em sequelas graves como: a destruição da fauna e da flora. Assim, inverter a lógica e colocar os valores ambientais em primeiro lugar é urgente.
Portanto, é indispensável intervir sobre essa situação. Para isso, o Poder Público deve financiar projetos sustentáveis, por meio da destinação de verbas às empresas, a fim de retroceder a supremacia de interesses mercadológicos e motivar as instituições a ter uma equilíbrio ambiental e econômico. Tal ação pode, ainda, contar com a criação de curtas metragens sobre: O uso racional ambiental, com influenciadores digitais sendo divulgados nas redes sociais. Paralelamente, é preciso interferir sobre o intelecto populacional presente no problema. Dessa maneira, o pressuposto de Sartre se alcançará.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Eryka , Arnaildo ProfaJoelma Profajojo Pro[…]

Não é de hoje que o capitalismo inte[…]

Muito Obrigado

A Constituição Federal de 1988 prev&[…]

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM