Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#47136
Na série televisiva "Stranger Things" ,exposta pela plataforma de "streaming" "Netflix" , é possível observar o caso do personagem Will Byers , o qual apesar de ainda não obter uma opção sexual definida , sofre constantemente com ataques homofóbicos em sua escola por conta do seu "jeitinho afeminado". Fora da ficção, é certo que o caso mencionado se assemelha com a situação de muitos integrantes do grupo LGBT+, uma vez que gays ,por exemplo, infelizmente sofrem com a falta de respeito da sociedade em decorrência de sua opção sexual. Nesse sentido, em virtude do preconceito e da falta de representatividade emerge um problema complexo que precisa ser revertido.

Primeiramente , vale acentuar que uma das causas latentes para a homofobia no país é o preconceito. De acordo com 1° artigo da Declaração Universal dos Direitos Humanos, todo ser humano nasce igual em direito a dignidade . Contudo, muitos indivíduos são desrespeitados,agredidos ou até mesmo assassinados pelo simples fato de não seguir a heterossexualidade -considerado um padrão para muitas pessoas- já que segundo o Grupo Gay da Bahia , só nos primeiros quatro meses de 2020 cinquenta e oito transgêneros foram mortos no Brasil . Logo ,compreende-se que o preconceito se tornou um risco de vida para a comunidade LGBT+.

Outrossim ,a falta de representatividade é mais uma razão para configuração desse problema . Durante a infância ,muitas crianças costumam ter o seu primeiro contato com os canais de televisão aberta onde é extremamente comum -em contos da Disney como a Branca de Neve ,por exemplo- o relacionamento entre um homem e uma mulher ,ou seja, um casal hétero. Entretanto , à medida que irão crescer ,essas crianças virarão adolescentes e posteriormente adultos , e podem vir a ter contato com outros relacionamentos distintos ao heterossexual , e com a visão errônea em decorrência
à normalidadee de uma única forma de amar nos canais televisivos ,esses indivíduos podem apresentar certa intolerância . Dessa maneira ,entende-se que a representatividade é indispensável.

Portanto , é papel da Mídia -principalmente os canais de televisão- promover a inclusão social da comunidade LGBT+ em suas obras ,como por exemplo nas novelas, por meio da adição de casais e protagonistas homossexuais ,a fim de atenuar o preconceito e aumentar a representatividade de todos os relacionamentos afetivos presentes em nossa sociedade . Dessa forma, espera-se que casos como o de Will Byers não aconteçam.

PS: fiquei um bom tempo sem fazer redações e acho que perdi a prática ;-;
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#47177
Nicole18 escreveu:@Ashiley ooi , eu sei que a minha redação já foi corrigida , mas tenho plena consciência de que não foi 980 , será que você poderia me ajudar?? Grata🌻
Sim, logo logo.
#47332
@Nicole18

Introdução
Na série televisiva "Stranger Things" ,exposta pela plataforma de "streaming" "Netflix" , é possível observar o caso do personagem Will Byers , o qual apesar de ainda não obter uma opção sexual definida , sofre constantemente com ataques homofóbicos em sua escola por conta do seu "jeitinho afeminado". Fora da ficção, é certo que o caso mencionado se assemelha com a situação de muitos integrantes do grupo LGBT+, uma vez que gays (A meu ver ficaria melhor aqui a palavra "homossexuais", pois também existem lésbicas, e gays é mais para homens),por exemplo, infelizmente sofrem com a falta de respeito da sociedade em decorrência de sua opção sexual. Nesse sentido, em virtude do preconceito e da falta de representatividade emerge um problema complexo que precisa ser revertido.
Boa introdução, só tente deixá-la um pouco menor nas próximas vezes para haver uma maior proporção de tamanho entre os parágrafos. Vendo assim parece que a intro ficou maior que um dos desenvolvimentos.

Desenvolvimento 1
Primeiramente , vale acentuar que uma das causas latentes para a homofobia no país é o preconceito. De acordo com 1° artigo da Declaração Universal dos Direitos Humanos, todo ser humano nasce igual em direito a dignidade . Contudo, muitos indivíduos são desrespeitados,agredidos ou até mesmo assassinados pelo simples fato de não seguir a heterossexualidade -considerado um padrão para muitas pessoas- já que segundo o Grupo Gay da Bahia , só nos primeiros quatro meses de 2020 cinquenta e oito transgêneros foram mortos no Brasil . Logo ,compreende-se que o preconceito se tornou um risco de vida para a comunidade LGBT+.
Bom desenvolvimento, mas não é necessário usar dois repertórios. O último por exemplo você praticamente não argumentou nele, vendo assim sei que se explica por si só, mas sempre bom dá uma contextualizada em tudo, sem deixar brechas.

Desenvolvimento 2
Outrossim ,a falta de representatividade é mais uma razão para configuração desse problema . Durante a infância ,muitas crianças costumam ter o seu primeiro contato com os canais de televisão aberta onde é extremamente comum -em contos da Disney como a Branca de Neve ,por exemplo- o relacionamento entre um homem e uma mulher ,ou seja, um casal hétero. Entretanto , à medida que irão crescer ,essas crianças virarão adolescentes e posteriormente adultos , e podem vir a ter contato com outros relacionamentos distintos ao heterossexual , e com a visão errônea em decorrência
à normalidadee normalidade de uma única forma de amar nos canais televisivos ,esses indivíduos podem apresentar certa intolerância . Dessa maneira ,entende-se que a representatividade é indispensável.
Ótimo. Boa argumentação, uso de conectivos, enfim.

Conclusão
Portanto , é papel da Mídia (agente)-principalmente os canais de televisão (detalhamento)- promover a inclusão social da comunidade LGBT+ em suas obras ,como por exemplo nas novelas (ação), por meio da adição de casais e protagonistas homossexuais (meio/modo) ,a fim de atenuar o preconceito e aumentar a representatividade de todos os relacionamentos afetivos presentes em nossa sociedade (efeito/finalidade) . Dessa forma, espera-se que casos como o de Will Byers não aconteçam.
Proposta completa, porém alguns adendos: antes de iniciar a proposta é interessante fazer um período apenas para anunciar a proposta ou então fazer uma breve recapitulação da ideia principal do texto, mas isso não tira nota. Outra coisa também é sobre seu detalhamento, pois dá para elaborar melhor essa parte da proposta a fim de não correr riscos, certo?

Seu texto está muito bom, mas pode melhorar em algumas partes. Há alguns probleminhas pequenos em relação a colocação dos travessões para as intercalações, tente inserí-los de um melhor jeito entre as palavras adequadas sem estar cortando o fluxo (C1). Sobre a (C2) pelo menos um dos seus repertórios é produtivo, então sem prejuízos. Na (C3) uma inadequação de vocabulário e algumas brechas durante os desenvolvimentos. Na (C4) e (C5) sem prejuízos, pois fez bom uso de conectivos, sem repetições recorrentes e a proposta está completa, respectivamente. Parabéns! :D

@GlendaMorais,você poderia corrigir minha re[…]

De acordo com a ABI (Associação Bras[…]

A constituição de 1988 documento jur[…]

@GlendaMorais,você poderia corrigir minha re[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM