Avatar do usuário
Por sophiabeeo
Quantidade de postagens
#124071
Conforme a Constituição Federal vigente, promulgada em 1988, é direito de todos os brasileiros o acesso ao trabalho, condições justas e favoráveis e proteção ao desemprego. No entanto, no Brasil, tais preceitos não se concretizam, tendo em vista a crescente substituição da manufatura pela maquinofatura. Diante disso, torna-se lícita a criação de soluções para tal chaga, por meio da análise de suas causas: priorização de interesses financeiros e a indiferença da sociedade.

Diante disso, em primeira análise, faz-se válido avaliar a relevância dada à lógica capitalista como um imbróglio para a temática. Para Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, os valores da sociedade estão sendo colonizados pela lógica de mercado. Tal constatação torna-se um reflexo da realidade brasileira, dado o aumento da quantidade de empresas utilizando softwares que substituem trabalhos manuais à medida que aumentam seus lucros. Os trabalhadores, por conseguinte, não tem outra alternativa, senão o subemprego e a perca de seus direitos constitucionais em prol do enriquecimento das empresas.

Ademais, torna-se mister visualizar a omissão social como entrave para a solução da problemática. Fica claro, pois, que a ausência de debates sobre os impactos da inteligência artificial (e demais máquinas) no âmbito público, corrobora para a desvalorização do trabalho humano. Sob esse viés, Clarice Lispector traduz perfeitamente tal processo, ao afirmar que a sociedade, evitando lidar com o medo maior, nunca fala do que realmente importa.

Portanto, é imprescindível intervir sobre o assunto discutido. Dito isso, fica a cargo do poder legislativo regulamentar o uso de inteligência artificial (IA) por meio da criação de leis laborais que tenham como finalidade valorizar o trabalho do homem em paralelo à fiscalização do uso das IAs. Ademais, os sindicatos devem reconhecer o divulgar os impactos das IAs, com o fito de conscientizar a população por meio de mobilizações sociais. Assim, será possível assegurar os direitos constitucionais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 133

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
65 Exibições
por Isabelcris
0 Respostas 
180 Exibições
por anaguedash
0 Respostas 
302 Exibições
por anaguedash
0 Respostas 
1260 Exibições
por Jade05126827
0 Respostas 
315 Exibições
por Glaucyya
0 Respostas 
336 Exibições
por pliniopy
0 Respostas 
69 Exibições
por AnaBia890
1 Respostas 
96 Exibições
por Cesar98
0 Respostas 
62 Exibições
por grafinhas
0 Respostas 
274 Exibições
por Geiza

Crítico. Tolerante. Consciente. Esperan&cce[…]

Desde o período antigo, filósofos co[…]

O trabalho sempre foi alvo de uma suposta valoriza[…]

Como tudo no mundo, os recursos tecnológico[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM