• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#79666
O "Big Brother Brasil (BBB)" é um "reality show" que se baseia no confinamento de pessoas, em uma casa, que ficam sem acesso à internet por meses. Fora do entretenimento, hoje, muitos jovens não conseguiriam participar desse tipo de atividade, visto que, devido à falta de instruções e de limites estabelecidos, usam, de maneira viciosa, a rede de conexão referida - o que precisa ser solucionado, já que não é um hábito saudável. Desse modo, o estímulo ao uso sadio da internet é urgente, sendo a informação acerca das consequências do seu vício e o controle familiar caminhos para atenuar esse problema.

Diante disso, cabe perceber que o conhecimento acerca dos malefícios do uso exacerbado em questão é fundamental. A esse respeito, Djamila Ribeiro - filósofa brasileira - afirma que a informação é o principal meio de combate a mazelas sociais. Nessa discussão, tal retórica é um fato, uma vez que, ao não terem noção da prejudicialidade da utilização sem controle da rede tecnológica, os jovens continuam dedicando um tempo substancial ao mundo virtual, viciando-se e abandonando vivências, de fato, reais. Dessa forma, esses juvenis, por não serem, ativamente, instruídos, sobretudo pela escola, permanecem acreditando que esse discurso é um grande mito, deixando de, por exemplo, criar relacionamentos sociais e de se exercitar para estar na frente de múltiplas telas, o que, claramente, é uma complicação. Então, para resolver esse empecilho e possibilitar o uso moderado da internet, é preciso informar, assim como pensa Djamila.

De outra parte, além do acesso à informação, os jovens necessitam de controle familiar, preferencialmente, prematuro. Uma referência dessa afirmação é a situação de Arisu - personagem da série japonesa "Alice in borderland" -, que é viciado em jogos na internet e, em decorrência disso, deixa de estudar. Em uma análise externa à ficção, assim como ele, muitos juvenis não têm (e não tiveram) limites impostos pelos pais em relação a tal uso, sendo, aliás, muitas vezes, influenciados, quando menores, a ter esse tipo de rotina prejudicial, assistindo a horas de vídeos infantis enquanto os responsáveis trabalhavam, por exemplo. Assim, sem limitações, os pequenos não criam hábitos sadios para esse tipo de conectividade, o que favorece dia a dias não saudáveis física e mentalmente, bem como improdutivos a respeito dos estudos. Por isso, a diminuição do problema deve iniciar com o suporte dos genitores.

Logo, é essencial que o uso consciente da internet seja estimulado. Para isso, o Ministério da Educação, por meio da destinação de verbas, deve criar o projeto "E se a vida fosse um BBB?", mostrando aos jovens (e aos seus pais) que a rede de conexão virtual, quando usada de forma exacerbada, não é saudável e que a vida não se baseia, apenas, nisso - fazendo uso da pergunta retórica que nomeou o projeto para iniciar um debate, já que o BBB é famoso entre esse público e ilustra, na prática, tal discussão. Isso seria feito a partir da realização de palestras - abertas aos responsáveis - nas escolas, com o objetivo de informar aos estudantes os males do vício tecnológico e de fomentar maior fiscalização parental. Em efeito, participar do "reality show" não mais será uma dificuldade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 192

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#79667
Eu, realmente, não sei quem anda corrigindo as redações por aqui. Estive ausente, como devem ter notado, nesses últimos dias e estou meio por fora. Então, vou marcar algumas pessoas mais frequentes no fórum. No entanto, quem quiser corrigir, por favor, fique à vontade.

Estou disponível para conversar sobre objeções ou possíveis erros, seja pelos comentários, pela DM ou por alguma rede social. ;)

Um abraço redacional! :D
#79737
S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L! Eu AMEI a forma que você produziu em cima do BBB. Haja criatividade!

Que as suas redações são impecáveis, bom, não há dúvidas, mas essa, em específico, deixou-me encantada. Nunca achei que o Big Brother Brasil poderia ser uma ferramenta de embasamento argumentativo tão pertinente e produtiva em relação a temas desse tipo.

Parabéns, Rô, mesmo! :D
#79745
Helenamora escreveu:S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L! Eu AMEI a forma que você produziu em cima do BBB. Haja criatividade!

Que as suas redações são impecáveis, bom, não há dúvidas, mas essa, em específico, deixou-me encantada. Nunca achei que o Big Brother Brasil poderia ser uma ferramenta de embasamento argumentativo tão pertinente e produtiva em relação a temas desse tipo.

Parabéns, Rô, mesmo! :D
Nossa! Valeu pelos elogios, Helen. Estou, sem eufemismos, estupefato! Hahaha! Um beijo! :P
#79778
Eu tinha marcado algumas pessoas, mas como foi via edição, acho que não gerou notificações.

Por via das dúvidas, aqui estão as marcações:
@anasilva1, @Gi69, @EmillyySilva, @thayolivb, @anaclaradll, @willoliveira... +

Caso possam (e queiram) comentar sobre a redação, fiquem à vontade. Valeu! :D
#79780
Realmente não houve notificação anterior a essa, @eurodrigo, e preciso dizer: estou lisonjeada que você considere minhas observações/ correções a altura das suas redações. Admiro seu modo de escrever desde quando comecei a usar a plataforma, você tem percepções muito aguçadas da conjuntura social hodierna! É engraçado, pois, fiz recentemente uma redação com tema muito semelhante ao seu, inclusive, caso possa corrigir, ficarei muito grata... ela ainda não tem nota nem observações. Dito isso, que outros prioritários saibam que podem me marcar caso precisem de ajuda com as correções, normalmente eu não apareço espontaneamente nas redações de vocês porque não em acho à altura kk

Então vamos lá:
O "Big Brother Brasil (BBB)" é um "reality show" que se baseia no confinamento de pessoas, em uma casa, que ficam sem acesso à internet por meses. Fora do entretenimento, hoje, muitos jovens não conseguiriam participar desse tipo de atividade, visto que, devido à falta de instruções e de limites estabelecidos, usam, de maneira viciosa, a rede de conexão referente - o que precisa ser solucionado, já que não é um hábito saudável. Desse modo, o estímulo ao uso sadio da internet é urgente, sendo a informação acerca das consequências do seu vício e o controle familiar caminhos para atenuar esse problema.

Observação 1 - Você não quis dizer "rede de conexão referida"? Em se tratando de algo referido anteriormente, suponho que sim.
Observação 2 - Amei a forma como você fez convergir a tese da redação com o tema explicitado na frase temática através das enumerações, terminei de ler sua introdução super empolgada e curiosa, com aquele gostinho de satisfação e "quero mais" que é sempre bom despertar no corretor.

Diante disso, cabe perceber que o conhecimento acerca dos malefícios do uso exacerbado em questão é fundamental. A esse respeito, Djamila Ribeiro - filósofa brasileira - afirma que a informação é o principal meio de combate a mazelas sociais. Nessa discussão, tal retórica é um fato, uma vez que, ao não terem noção da prejudicialidade da utilização sem controle da rede tecnológica, os jovens continuam dedicando um tempo substancial ao mundo virtual, viciando-se e "abrindo mão" de vivências, de fato, reais. Dessa forma, esses juvenis, por não serem, ativamente, instruídos, sobretudo, pela escola, permanecem acreditando que esse discurso é um grande mito, deixando de, por exemplo, criar relacionamentos sociais e de se exercitar para estar na frente de múltiplas telas, o que, claramente, é uma complicação. Então, para resolver esse empecilho e possibilitar o uso moderado da internet, é preciso informar, assim como pensa Djamila.

Observação 2 - Tempo é um valor imutável e universal, então acredito que seja dispensável o artigo indefinido que o precede nessa oração. Usar "continuam dedicando tempo" deixaria, na minha concepção, seu texto mais claro e coeso.
Observação 3 - Aqui, sugiro que use "esse discurso conscientizador" para retomar a orientação de Djamila quanto à necessidade de informação. Isso porque o período em que esse termo está inserido é muito grande e cheio de adjetivações, então, para que que o leitor não "perca o fio à meada" em meio a tantas vírgulas, conectivos e orações explicativas, talvez seja interessante que você seja mais claro.

(...)
D2 tá lindo, dá vontade enquadrar e colocar na cabeceira da minha cama.

Logo, é essencial que o uso consciente da internet seja estimulado. Para isso, o Ministério da Educação, por meio da destinação de verbas, deve criar o projeto "E se a vida fosse um BBB?", mostrando aos jovens (e aos seus pais) que a rede de conexão virtual, quando usada de forma exacerbada, não é saudável e que a vida não se baseia, apenas, nisso, fazendo uso da pergunta retórica que nomeou o projeto para iniciar um debate, já que o BBB é famoso entre esse público e ilustra, na prática, tal discussão. Isso seria feito a partir da realização de palestras - abertas aos responsáveis - nas escolas, com o objetivo de informar aos estudantes os males do vício tecnológico e de fomentar maior fiscalização parental. Em efeito, participar do "reality show" não mais será uma dificuldade.

Observação 1 -Acrescentar "e demais presentes"
Observação 2 - sugiro que ressignifique essa frase de efeito pois, no final das contas, o objetivo não é tornar os jovens aptos a participarem do reality mencionado, e sim, fazer com que ele mudem seu comportamento. Portanto, sugiro "Em efeito, a abstenção saudável de internet, tal como a experienciada no "reality show", não será mais uma dificuldade".
#79797
Olá, @thayolivb, tudo certo? Os seus comentários são super pertinentes e produtivos, agradeço pela atenção.

1) O uso do "referente" foi intencional, mas como um mecanismo anterior a um objeto oculto, que seria a tecnologia em questão. No entanto, concordo que o uso de "referida" facilitaria a interpretação semântica da frase. Não é, decerto, bom apostar (na verdade, é arriscado) em sentidos desinenciais na redação do ENEM, eu que fico fazendo graça.

2) De fato, o artigo que precede "tempo" não é, nesse contexto, necessário - por mais que o sentido se mantenha. Acho que ficaria melhor sem, realmente.

3) Boa! Eu poderia, mesmo que seja possível identificar pela construção do período, especificar qual o discurso mencionado.

4) Faz sentido adicionar "e aos demais presentes", mas o real objetivo do argumento é a falta de informação direcionada aos jovens, ou seja, aos alunos. Os pais foram convidados como forma de sanar o problema referente ao argumento de controle familiar. Mas, sua objeção é pertinente. :D

5) Super concordo que essa modificação deixaria a finalização mais completa, mas, nesse caso em específico, as linhas acabaram kkkkkk. Por isso, optei por finalizar com a estratégia circuito mais clichê possível, relacionando a finalidade da proposta com o universo da contextualização inicial, sem novas interações, como a proposta por você.

Respondendo a sua pergunta posterior à correção, sim, faço. Porém, para conseguir produzir dentro desse tempo apertado e livre de pesquisas, tive que treinar bastante, principalmente por fora do eixo de estudo voltado para o vestibular. No meu caso, sou um curioso da linguagem e, já que pretendo cursar Letras na universidade, uso esse "diferencial" para potencializar a minha escrita para o ENEM. Aliás, escrevo todo o texto em menos de 2 horas (incluindo o projeto), sendo a minha média cerca de 1h45m de produção consecutiva.

Por fim, vou, sim, corrigir a sua redação o quanto antes. Um abraço! :D
#79838
Vou mencionar um errinho, acho que não foi citado:
A esse respeito, Djamila Ribeiro - filósofa brasileira - afirma que a informação é o principal meio de combate a às mazelas sociais.
Ameeei a proposta de intervenção, criativa "demaiss da conta" como dizem onde moro.👏
Rapaz, com certeza você vai arrasar na redação do Enem!

Obrigado, se possível, corrija a minha do E[…]

@eurodrigo poderia dar uma olhada?

Correção flash • Modelo ENEM […]

Correção flash • Modelo ENEM […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM