• Avatar do usuário
#63919
A declaração Universal dos Direitos Humanos, promulgada pela ONU em 1948, garante os direitos básicos ao ser humano, como a segurança. Entretanto, ao analisar os acidentes de trânsito em todo o país, percebe-se que, na hodiernidade os ideais da Carta Magna não são cumpridos. Assim nota-se, a omissão do Estado em relação as fiscalizações dos motorizados e a negligência social ao executar o dever de cidadão. Logo, tais problemas contribuem para um cenário negativo.
Em primeiro plano, evidencia-se por parte da regência a ausência de políticas públicas suficientemente efetivas em prol de segurança de todos. Essa lógica é comprovada por uma grande parcela de motoristas não autorizados, principalmente em cidades sem fiscalização. Esse fato corrobora a imprudência e consequentemente em acidentes. Desta forma, segundo o Ministério da Saúde, 21% dos incidentes no Brasil estão relacionados ao consumo de álcool. A principio o governo atua como agente perpetuador do processo de inclusão da população incapacitada no volante. É substancial a mudança desse quadro.
Outrossim, vale destacar a individualidade presente nas ações sociais como um agravante desse revés, sob esse espectro, consoante ao filósofo Schiller Friedrich; "Não temos nas mãos as soluções para todos os problemas do mundo, mas diante de todos esses problemas temos nossas mãos". Em contraste com a realidade onde a sociedade se faz persistente colocando em risco a própria segurança e dos demais automobilista, pedestres e ciclistas.
Diante dos fatos mencionados, é cabível que medidas sociais e políticas sejam tomadas para a mitigação do impasse. Urge que o Governo em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito, desenvolva projetos em cada Estado com fiscalizações em trajetos de veículos, punindo os incapacitados com multa e até a prisão. Afim que atitudes perigosas sejam menos recorrentes. Ademais é imprescindível o papel da midia em campanhas publicitárias fornecidas pelo Detran, com a divulgação de dados e reportagens. Com a finalidade que todos se conscientizem colocando na prática os ideais supracitados.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

cassiahso ; LariLuiz Oiii Vou corrigir sua[…]

Violência nos estádios de futebol

A origem da violência dentro das torcidas or[…]

Ei, desculpa pelo atraso com o retorno. Tenho fica[…]

Violência nos estádios de futebol

A origem da violência dentro das torcidas or[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM