Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#41564
No poema “No meio do caminho”, o escritor Carlos Drummond de Andrade revela, de forma metafórica, a existência de obstáculos no percurso da vida humana. De forma análoga, percebe-se que o abuso sexual infantil no Brasil é uma pedra no meio do caminho da sociedade moderna, visto que impede a efetização do bem estar social. Tal questão está intrinsecamente ligada à erotização do corpo infantil e à falta de uma efetiva educação sexual. Dessa forma, é imprescindível que hajam debates acerca do tema para que ocorra a erradicação desse mal.
Em primeiro plano, é importante ressaltar que o conceito de infância só foi definido a partir do século XVIII, quando a criança passa a ser respeitada como alguém que precisa de cuidados especiais, passando a ser considerada como pura e inocente. Contudo, nas mídias atuais, tais características foram distorcidas, abrindo espaço para a sexualização do corpo infantil, principalmente por meio da pornografia, que muitas vezes produz conteúdos que remetem à infância e apresentam atores com traços infantis, em especial mulheres. Além disso, tais conteúdos são extremamente consumidos por pedófilos, que os utilizam como meio para realizar suas depravações.
Em segundo lugar, é perceptível que a falta de educação sexual entre crianças faz com que estas se tornem indefesas, uma vez que não estão cientes dos perigos que as rondam. Como exemplo, pode-se citar o livro Lolita, em que a menina de 12 anos não sabe o que está acontecendo quando o protagonista da obra, um pedófilo, a induz a praticar atos sexuais com ele. Analisando a conjuntura atual da sociedade brasileira, é notável que a falta de uma efetiva educação sexual prejudica as crianças e adolescentes, que não sabem o que é errado e o que é certo em relação aos próprios corpos, tornando-as despreparadas para o mundo.
Diante disso, cabe ao Ministério da Educação e Cultura formular uma proposta educacional, implementando a educação sexual como obrigatória em escolas de nível fundamental e médio, para que haja a democratização do acesso à informação e, também, uma base para que, no futuro, o abuso sexual infantil seja erradicado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Olá, :D Competência 1 Aquele erro,[…]

Geralcinoj Ashiley Raffutol Jeniffeeee s[…]

No cenário social vigente, a persistê[…]

A alienação parental .

O artigo sexto da Constituição Feder[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM