• Avatar do usuário
#81952
Muitos problemas afetam a sociedade brasileira de hoje. Na maioria dos casos, apenas aqueles conteúdos considerados interessantes ou significativos pela mídia são divulgados, mas muitos são esquecidos. Crimes como assédio no trabalho ocorrem nas cidades todos os dias, e muito poucas medidas são tomadas para aliviar essa situação.
No século 19, o romantismo transmitia um comportamento de obediência feminina em consonância com os valores morais da época por meio da atuação de personagens literários. Hoje, a escritora nigeriana Chimamanda Adichie afirma que as questões de gênero descrevem como devemos ser, sem reconhecer quem somos, o que prova um modelo antigo enraizado na sociedade. Nesse sentido, a cultura de assédio no Brasil é fruto de uma reflexão histórica e, para garantir o respeito e a liberdade das mulheres.
Em primeiro lugar, um dos motivos do assédio é a masculinidade em relação às mulheres. Embora o feminismo garanta maior autonomia política e social para as mulheres, o patriarcado ainda as oprime com suas roupas, o direito de ir e vir e o empoderamento. Dessa forma, os ideais conservadores prevalecem sobre a realidade. Em 2016, a revista Veja entrevistou a esposa do vice-presidente Michel Temer em matéria intitulada "Linda, modesta e calorosa". Essa convocação unifica o papel da mulher, pois o machismo prova que quem usa roupas curtas e sai desacompanhada está vulnerável a abusos.
Portanto, a cultura do assédio está consolidada na sociedade brasileira. A fim de mudar a percepção dos homens, o debate e os cursos de conscientização de crianças em idade escolar estimularão o respeito pelos direitos das mulheres. Além disso, a mídia influente deve veicular notícias sobre igualdade de gênero e discutir a banalização do abuso, desencadeando reflexões e mudanças no comportamento pessoal. Como espera Chimamanda, o governo será mais rígido em suas leis contra essa situação e garantirá o reconhecimento da liberdade das mulheres.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A despeito de todo progresso científico e h[…]

O caso da xenófoba no brasil

A xenofobia é um problema não so loc[…]

De acordo com a Declaração Universal[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM