• Avatar do usuário
#67162
A teórica política alemã,Hannah Arendt,utiliza a expressão '' Banalidade do Mal'' para traduzir uma ação maléfica que ocorre com muita frequência e passa a ser vista como algo comum nas sociedades contemporâneas . Essa perspectiva,analisada pela pensadora simboliza claramente o comportamento da sociedade diante dos maus tratos aos animais, já que é justamente a habitualidade frente a questão que a agrava e a aprofunda no corpo social brasileiro. Nesse sentido,torna-se claro que essa situação têm como origem o pensamento de superioridade que as pessoas têm sobre os animais. Assim, não só a sobreposição de interesses financeiros,como também a negligência governamental aprofunda esse panorama.
Primeiramente é preciso salientar que a imposição de interesses financeiros é uma causa latente no problema. De acordo com o site Uol cerca de 115 milhões de animais são usados como cobaias em empresas de cosméticos,por ano,em todo o mundo. Nesse contexto, é possível observar como o pensamento capitalista em lucrar sem se preocupar com as consequências e a necessidade da sociedade em suprir seus desejos de consumo supérfluos corrobora para o aumento de animais mortos em testagem no Brasil. Outrossim,as indústrias alimentícias também contribuem para essa problemática, já que as mesmas induzem seus clientes aí consumo exacerbado de alimentos de origem animal. Dessa forma, é notório que o crescente número de maus tratos em animais está relacionado com os interesses financeiros das empresas.
Além disso,o desleixo governamental é um fator determinante para a persistência do problema. O filme brasileiro ''Rio'' mostra a facilidade do contrabando de animais nas cidades e o sofrimento dos bichos desde a retirada do seu hábitat natural até a venda para outros países. Nota-se que não tão longe da ficção essa problemática ocorre com muita frequência, justamente pela falta de fiscalização do governo. Dessa maneira fica explícita a necessidade de leis brandas e de operações com frequência nas fronteiras ligadas ao Brasil.
Portanto para combater os maus tratos aos animais,medidas devem ser tomadas. Faz-se necessário pois, que o Ministério público em parceria com a polícia federal e cívil reforcem as operações nas fronteiras e dentro dos Estados e criem abrigos de resgate para os animais que forem pegos em locais de tráfico,por meio de políticas públicas que assegurem o livre arbítrio dos bichos em seus hábitat sem correr o risco de serem pegos por algum contrabandista,a fim de acabar com os altos índices de negligência contra os animais. Ademais , compete aos canais midiáticos o compartilhamento de vídeos que mostrem a realidade e o sofrimento de animais em laboratórios ,a fim de sensibilizar a população sobre esse assunto. Dessa forma a expressão da teórica Hannah Arendt não será mais utilizada quando se tratar de animais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Oi. Ainda hoje eu tento corrigir sua redaç[…]

Spayke , Oi bom dia, eu como só sou um es[…]

oi gente, bom dia esperam que estejam bem quando t[…]

Sabemos que a meritocracia na sociedade brasileira[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM