Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#45404
O início do século XX foi marcado pelo incentivo do consumo de tabaco, porque era sinônimo de liberdade, beleza e sofisticação. Embora date de um século atrás, essa prática danosa ainda está presente na vida dos brasileiros, em pleno século XXI, causando inúmeros impasses: a normalização das drogas lícitas e enfermidades causadas pelo seu uso. Sendo assim, é vital compreender a problemática com o fito de modificar essa situação.
Antes de tudo, é necessário ressaltar que a normalização do cigarro é oriunda de longo contexto sociocultural, uma vez que, simboliza riqueza e status. Nesse viés, fica nítido que essa padronização, revela o desejo do indivíduo de ser superior, por exemplo, o filme “Grease- nos tempos de brilhantina”, no qual ,alguns personagens fumam na escola para parecem descolados e populares. No que tange ao produto, é valido apontar que a indústria cultural possui uma parcela considerável, a respeito da regularização legal da mercadoria, haja vista que, mesmo que as empresas vendam o tabaco para os cidadãos com avisos de quais danos podem causar, o mercado continua vendendo e contribuindo pelo vício, pois está interessado no retorno monetário e não na saúde das pessoas.
Concatenado a isso, vale salientar que os elementos presentes no tabaco, contribuem para os problemas de saúde dos fumantes. Acerca dessa premissa, observa- se que o hidrocarboneto, substância presente no cigarro, é altamente tóxico, causando câncer e diminuição da expectativa de vida, tal como o produtor cinematográfico, diretor e empreendedor, Walt Disney, que foi vítima de um câncer no pulmão. Verifica-se, porém, que os fumantes passivos, ou seja, cidadãos que não fumam, porém entraram em contato com a fumaça tóxica, também estão em risco, devido a livre circulação dos tabagistas. Logo, revela-se ser um grave problema de saúde pública, em virtude de que não há tantos lugares adequados para os mesmos.
Em suma, faz-se mister a ação do Estado para o progresso da nação. Portanto, urge que o Ministério da Saúde crie, por meio de verbas governamentais, campanhas publicitárias que enfatizem a nocividade do uso dessa droga lícita, incentivando a fiscalização e o maior investimento na criação de espaços apropriados para tal. Apenas assim, será possível melhorar a saúde da população.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Sim, correta. No texto eu quis dizer que as pessoa[…]

De modo geral, e complementando o que já fo[…]

A saúde mental está erroneamente atr[…]

Promulgada pela ONU em 1948, a Declaraç&ati[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM