Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#59990
A Constituição Federal de 1988 - documento jurídico mais importante do país - prevê em seu artigo 5° , que todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa o racismo, dificultando, deste modo, a universalização da igualdade social. Diante dessa perspectiva cabe avaliar os fatores que favorecem esse quadro.

Precipuamente, é fulcral pontuar que o racismo deriva da baixa atuação dos setores governamentais, no que concerne à criação de mecanismos que coibam tais ocorrências. Segundo o pensador Thomas Hobbes, o Estado é responsável por garantir o bem - estar da população, entretanto, isso não ocorre no Brasil. Devido a falta de atuação das autoridades no combate ao racismo, negros favelados_morrem diariamente e injustamente nas mãos de policiais brancos. Desse modo, faz - se mister a reformulação dessa postura estatal de forma urgente.

Ademais, é imperativo ressaltar a desigualdade social como promotor do problema. Partindo desse pressuposto de desequilíbrio social entre brancos e negros, onde o branco é sempre privilegiado, cabe a população desfavorecida lutar pelo equilíbrio social. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar no país.

Assim, medidas exequíveis são necessárias para conter o avanço da problemática na sociedade brasileira. Dessarte, com o intuito de mitigar o racismo, necessita - se, urgentemente, que o Tribunal de Contas da União direcione capital que, por intermédio do Ministério da Educação (MEC), será revertido na capacitação de profissionais da educação, com o propósito de ensinar, desde os alunos mais novos até os mais velhos, formas de combater o racismo. Assim, tornar - se - á possível a construção de uma sociedade permeada pela efetivação dos elementos elencados na magna carta.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na série " as telefonistas ", em […]

Ashiley Oii, você poderia corrigir minh[…]

É de conhecimento geral que, a tradi&ccedi[…]

.Promulgada em 2014 , a Lei 12.965/2014 tem o obje[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM