Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#38609
David Hume, célebre filósofo escocês, defendeu a ideia de raciocínio dedutivo, em que a repetição de um fato não conclui que ele irá se repetir indefinidamente. Assim, Hume apresentou suas teses com base na probabilidade e não na recorrência. Em contrapartida, na atualidade, no que tange à segurança de crianças e adolescentes, a teoria de Hume não se fundamenta, uma vez que o abuso sexual de menores no Brasil é um problema social que se repete. Diante disso, fatores como a falta de políticas públicas e o silenciamento social, favorecem a existência desse entrave.

Em primeira análise, nota-se que a ausência de ações governamentais é causa expressa da questão. Sobre isso, Abraham Lincoln, célebre personalidade política americana, disse em um de seus discursos, que “A política é serva do povo e não ao contrário”. Em relação a tal afirmação, nota-se uma inconformidade, no sentido de que, a política atual não serve o povo com ações, planos e metas públicas que atuem no combate a prática de relações íntimas forçadas contra menores de idade. Além disso, a inexistência de políticas voltadas diretamente para as crianças e adolescentes também se encontra presente na sociedade, visto que nas escolas não se aborda a educação sexual, dificultando a identificação do ato criminoso para as vítimas, fazendo com que não tenham consciência de que devem procurar por ajuda. Dito isso, torna-se sua resolução quase utópica.

Ademais, o silenciamento social é fator coadjuvante ao revés. Em consonância a isso, a escritora brasileira, Martha Medeiros, discorre, em uma de suas obras, sobre a falta de debate social, afirmando que o indivíduo silencia aquilo que ele não quer que venha à tona. Desse modo, é notório a relação da afirmação da autora e a questão do abuso sexual no país, já que, segundo uma pesquisa realizada pelo IPEA, 70% dos estupros acontecem com crianças e adolescentes e destes, 32,2% são conhecidos da vítima, sendo, até mesmo, os próprios pais ou padrastos. Ou seja, ao invés de proteger os membros de sua família, os agressores prejudicam a saúde dos mesmos, que irão carregar este trauma durante a vida toda, com seus atos irresponsáveis.

Portanto, são necessárias medidas para solucionar a problemática. O Ministério da Educação deve propor ao Congresso Nacional, uma reforma escolar, por meio de um projeto educacional, que transforme a percepção e entendimento dos jovens acerca do abuso sexual. Tal reforma deve conter uma mudança na grade curricular, acrescentando a educação sexual. Além do mais, a população deve criar uma campanha de conscientização, direcionada às famílias, para que fiquem atentas e forneçam suporte aos seus filhos. Espera-se, dessa forma, promover debate social sobre o assunto para diminuir os acontecimentos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Estética e Saúde

Aguardando correção ;)

Taissa19 , eu corrigi essa já, mas peguei […]

Assim como apresentado no grandioso filme da Disne[…]

Primeiramente com os avanços da tecnologia […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM