Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#40972
De acordo com a Constituição Federal de 1988, o poder público possui o dever de proteger a fauna e a flora, vedando práticas que submetam os animais à crueldade. No entanto, a realidade do Brasil em relação aos maus tratos animais é distinta. Isso se deve à adoção irresponsável de animais e a prática do especismo, que é naturalizada dentro da sociedade.

Em primeira instância, é importante salientar que a adoção irresponsável é um dos principais obstáculos para o combate contra os maus tratos animais. A adoção responsável é um dos quesitos usados para a realização da adoção de um animal, em ONGs e outras instituições que realizam a prática, em que, quando uma pessoa opta pela adoção de um cão ou gato, fica consciente de que será o responsável pelo animal em todas as etapas de sua vida, a fim de garantir a saúde física e mental do animal de estimação. Entretanto, muitas pessoas adotam sem ter a noção da responsabilidade que é de cuidar de outro ser, por isso, muitos são submetidos aos maus tratos.

Ademais, o especismo naturalizado dentro da sociedade, também é um grande agravante do problema. O especismo é o ponto de vista de que uma espécie, no caso a humana, tem o direito de explorar, matar e realizar diversos tipos de crueldade, por ser considerada uma espécie superior. Porém, essa ideologia é cruel e egocêntrica. A canção infantil "Atirei o pau no gato", exemplifica bem esse pensamento. Com todavia, os animais, assim como os humanos, possuem sistema nervoso e sentimentos, ou seja, eles conseguem sentir dor e angústia da mesma forma que qualquer outra pessoa. Nessa perspectiva, tal fato já deveria bastar para as pessoas não realizarem a crueldade animal.

Portanto, é necessário a tomada de medidas que mitiguem o cenário em questão. Para isso, é papel do Estado, em conjunto ao Ministério do Meio Ambiente, realizar campanhas por meio das mídias sociais, afim de desmistificar o especismo, principalmente em áreas em que há grandes taxas de violência animal. Dessa forma, essa importante questão pode ser solucionada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#41502
@dudaramos1, desculpe pela demora... Vou fazer leves observações!!

Introdução
De acordo com a Constituição Federal de 1988, o poder público possui o dever de proteger a fauna e a flora, vedando práticas que submetam os animais à crueldade. No entanto, a realidade do Brasil em relação aos maus tratos animais é distinta. Isso se deve à adoção irresponsável de animais e a prática do especismo, que é naturalizada dentro da sociedade.

Comentário: Sua introdução tem repertório, contudo você precisa contextualizar um pouco mais. Quais as leis que são diretamente relacionadas aos maus tratos? Seria interessante mencioná-las.

Desenvolvimento 1
Em primeira instância, é importante salientar que a adoção irresponsável é um dos principais obstáculos para o combate aos maus tratos animais. A adoção responsável é um dos quesitos usados para a realização da adoção de um animal, em Organizações não Governamentais e outras instituições que realizam a prática, em que,[1] quando uma pessoa opta pela adoção de um cão ou gato, fica consciente de que será o responsável pelo animal em todas as etapas de sua vida, a fim de garantir a saúde física e mental do animal de estimação. Entretanto, muitas pessoas adotam sem ter a noção da responsabilidade que é de cuidar de outro ser, por isso, muitos são submetidos aos maus tratos.

[1] Não é necessário "em que".
Comentário: Menina, que defasa linda sobre a adoção! Se quiser, pode citar ONGs ou projetos sociais que você conheça. Você tem habilidade com a escrita e sabe expressar por meio dela.

Desenvolvimento 2
Ademais, o especismo naturalizado dentro da sociedade, [2] também é um grande agravante do problema. O especismo é o ponto de vista que uma espécie, no caso a humana, julga ter o direito de explorar, de matar e de realizar diversos tipos de crueldade, por ser considerada uma espécie superior. Porém, essa ideologia é cruel e egocêntrica. A canção infantil "Atirei o pau no gato", exemplifica bem esse pensamento. Com todavia, os animais, assim como os humanos, possuem sistema nervoso e sentimentos, ou seja, eles conseguem sentir dor e angústia da mesma forma que qualquer outra pessoa. Nessa perspectiva, tal fato já deveria bastar para as pessoas não realizarem a crueldade animal.


[2] Se optar por separar o adjunto adverbial "também", que o faça entre vírgulas.
Comentário: Alguns filósofos defendia os direitos dos animais, Jean-Jacques Rousseau defendia que os animais eram seres sencientes assim como o homem, portanto "um tem o direito de não ser desnecessariamente maltratado pelo outro." Seria interessante substituir o seu repertório. Eu particularmente gosto do Rousseau por tratar de vários assuntos pertinentes à sociedade. Ele era sensato!!
Você defende muito bem esse assunto!


Conclusão
Portanto, é necessário a tomada de medidas que mitiguem o cenário em questão. Para isso, é papel do Estado (Agente), junto ao Ministério do Meio Ambiente, realizar campanhas (Ações) por meio das mídias sociais (Meio/Modo), afim de desmistificar o especismo (Efeito/Finalidade), principalmente em áreas em que há grandes taxas de violência animal. Dessa forma, essa importante questão pode ser solucionada.


Comentário: Você elaborou projeto de intervenção simples, escreveu um texto interessante, mas devia ser impactante. Sabe quando você assiste ao filme e espera por "aquele final", mas esse final não chegou! Ah, sim! Você já defendeu até aqui, podia ter argumentado mais o último período. Não encontrei o detalhamento.

Gostei da sua escrita simples e objetiva!

A xenofobia não é um problema recent[…]

Na Grécia antiga, o conceito de beleza idea[…]

Desde o início da colonização[…]

Desastres ambientais no Brasil

Uma das áreas mais afetadas por incên[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM