• Avatar do usuário
#78303
Em uma estatística do ministério da saúde, 19,8% dos brasileiros se encontram em situação de obesidade. Essa é uma problemática que vem se tornando cada vez mais recorrente entre adultos e jovens no Brasil. Portanto, cabe entender como os preços extremamente altos dos alimentos e a dificuldade de acesso a serviços de saúde, agravam ainda mais o problema.
Em primeira análise é necessário pontuar que os altos custos na alimentação são um grande obstáculo ao combate a obesidade no país. Haja vista que os altos valores de comidas saudáveis inegavelmente afasta os mais pobres. Prova disso, é uma pesquisa realizada pela folha de São Paulo que aponta que os brasileiros de baixa renda comem 60% a menos do que deveriam. Neste viés enquanto as taxas permanecerem altas brasileiros pobres não conseguirão ter uma melhor saúde alimentar.
Ademais, outro fator é um empecilho para combater a doença: a dificuldade de acesso a serviços essencias de saúde. Segundo o médico e ex presidente chileno Salvador allende, é impossível fornecer saúde a quem veste trapos e trabalha com salários que não permitem condições mínimas de subsistência. O sistema de saúde se tornou muito elitizado e as redes de saúde se estabelecem apenas em áreas nobres o que impossibilita o acesso da população miserável que vive em regiões periféricas. Deste modo, é notório que medidas precisam ser tomadas para garantir um aumento no acesso a saúde.
Logo medidas são necessárias para resolver o impasse.Cabe, portanto, ao ministério da saúde a criação de projetos comunitários nas favelas e comunidades para promover consultas, atendimentos com preço popular ou gratuito assim garantindo o acesso a saúde. Também promover campanhas beneficentes para enfim garantir doação de alimentos saudáveis para famílias pobres.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#78304
Lele574 escreveu:Em uma estatística do ministério da saúde, 19,8% dos brasileiros se encontram em situação de obesidade. Essa é uma problemática que vem se tornando cada vez mais recorrente entre adultos e jovens no Brasil. Portanto, cabe entender como os preços extremamente altos dos alimentos e a dificuldade de acesso a serviços de saúde, agravam ainda mais o problema.
Em primeira análise é necessário pontuar que os altos custos na alimentação são um grande obstáculo ao combate a obesidade no país. Haja vista que os altos valores de comidas saudáveis inegavelmente afasta os mais pobres. Prova disso, é uma pesquisa realizada pela folha de São Paulo que aponta que os brasileiros de baixa renda comem 60% a menos do que deveriam. Neste viés enquanto as taxas permanecerem altas brasileiros pobres não conseguirão ter uma melhor saúde alimentar.
Ademais, outro fator é um empecilho para combater a doença: a dificuldade de acesso a serviços essencias de saúde. Segundo o médico e ex presidente chileno Salvador allende, é impossível fornecer saúde a quem veste trapos e trabalha com salários que não permitem condições mínimas de subsistência. O sistema de saúde se tornou muito elitizado e as redes de saúde se estabelecem apenas em áreas nobres o que impossibilita o acesso da população miserável que vive em regiões periféricas. Deste modo, é notório que medidas precisam ser tomadas para garantir um aumento no acesso a saúde.
Logo medidas são necessárias para resolver o impasse.Cabe, portanto, ao ministério da saúde a criação de projetos comunitários nas favelas e comunidades para promover consultas, atendimentos com preço popular ou gratuito assim garantindo o acesso a saúde. Também promover campanhas beneficentes para enfim garantir doação de alimentos saudáveis para famílias pobres.
Lele574 escreveu:Em uma estatística do ministério da saúde, 19,8% dos brasileiros se encontram em situação de obesidade. Essa é uma problemática que vem se tornando cada vez mais recorrente entre adultos e jovens no Brasil. Portanto, cabe entender como os preços extremamente altos dos alimentos e a dificuldade de acesso a serviços de saúde, agravam ainda mais o problema.
Em primeira análise é necessário pontuar que os altos custos na alimentação são um grande obstáculo ao combate a obesidade no país. Haja vista que os altos valores de comidas saudáveis inegavelmente afasta os mais pobres. Prova disso, é uma pesquisa realizada pela folha de São Paulo que aponta que os brasileiros de baixa renda comem 60% a menos do que deveriam. Neste viés enquanto as taxas permanecerem altas brasileiros pobres não conseguirão ter uma melhor saúde alimentar.
Ademais, outro fator é um empecilho para combater a doença: a dificuldade de acesso a serviços essencias de saúde. Segundo o médico e ex presidente chileno Salvador allende, é impossível fornecer saúde a quem veste trapos e trabalha com salários que não permitem condições mínimas de subsistência. O sistema de saúde se tornou muito elitizado e as redes de saúde se estabelecem apenas em áreas nobres o que impossibilita o acesso da população miserável que vive em regiões periféricas. Deste modo, é notório que medidas precisam ser tomadas para garantir um aumento no acesso a saúde.
Logo medidas são necessárias para resolver o impasse.Cabe, portanto, ao ministério da saúde a criação de projetos comunitários nas favelas e comunidades para promover consultas, atendimentos com preço popular ou gratuito assim garantindo o acesso a saúde. Também promover campanhas beneficentes para enfim garantir doação de alimentos saudáveis para famílias pobres.

@Gi69
@thayolivb
@vanussa
@larissa0205
@eurodrigo
@Loloy
@Jubileu
@Ashryvere
@EmillyySilva
@Anne24
"Chega de fui-fiu"

"Estão vestidas para matar", aque[…]

Geralmente, quando se comete um crime considerado […]

No Brasil, os desafios para a atenuaç&atild[…]

Trabalho infantil no Brasil

Não é recente o trabalho infantil no[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM