• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#92281
"As grandes conquistas da humanidade foram obtidas conversando, e as grandes falhas pela falta de diálogo". Observa-se, na frase de Stephen Hawking, físico britânico, que os erros persistentes no que tange ao cenário de caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil são recorrentes pela ausência de diálogo no corpo social moderno. Logo, a conjuntura é motivada pela omissão do Estado e pela desigualdade social, impasses esses constantes no aspecto coetâneo da Federação.
Primeiramente, é válido destacar, que a omissão do Estado é uma peça-chave para o problema. Isso posto, Émile Durkheim, sociólogo francês, afirma que é dever do governo gerenciar questões relacionadas ao progresso coletivo. A máxima do intelectual, todavia destoa da realidade, fato que se materializa na quantidade irrisória, especialmente por parte do Ministério da liberdade de crença, de políticas que tenham o propósito de fazer administrações públicas eficazes, como a garantias de novas leis que melhorem e erradiquem as intolerâncias religiosas que vem se intensificando e direitos melhorados para o respeito, equidade e igualdade sejam alcançados. Logo, a displicência da máquina pública fere os princípios pontuados por Durkheim e, ao mesmo tempo, inviabiliza a construção moral do cidadão a partir das atividades de paridade.
Ademais, observa-se, a forte influência da desigualdade social nessa conflituosa questão. Assim, a Agenda 2030 - plano global que busca a promoção da vida digna a todos - possui como um de seus objetivos a erradicação da falta de igualdade. Logo, tal fim torna-se ainda mais distante de ser consumado, uma vez que a falta de compromisso do cidadão com o culto religioso de outros divagam os caminhos do combate a intolerância da crença de cada um, conforme evidenciam dados registrados pela UOL, que fiéis da religião afro-brasileira são as principais vítimas de discriminação em 2014. Assim, enquanto a irresponsabilidade do governo se mantiver corrente, difícil será a solução da pessoa intransigente.
Portanto, é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para os caminhos para combater a intransigência da crença, urge que o governo crie, por meio de investimentos estatais, fundos que conscientizem a sociedade sobre o descaso do Ministério e a desigualdade social, fazendo políticas públicas eficazes que melhorem no desenvolvimento do Brasil, sem causar danos e garantir estabilidade no que diz respeito à segurança e proteção as pessoas injustiçadas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
173 Exibições
por Crislaine05
5 Respostas 
838 Exibições
por geoca
22 Respostas 
926 Exibições
por vitoriaca
0 Respostas 
255 Exibições
por Julianne352
0 Respostas 
320 Exibições
por ddifields
0 Respostas 
47 Exibições
por Agl6
0 Respostas 
131 Exibições
por lemoraes
0 Respostas 
101 Exibições
por Alunxbibi
0 Respostas 
70 Exibições
por luziasstt
2 Respostas 
188 Exibições
por Cleverson
A desregulação do mundo

Alberto Demenstein, em seu livro"O Cidad&[…]

Foi na Grécia antiga onde começou a […]

Compromisso do empreendedor

Educação Fiscal é conjunto el[…]

1 bez

Ola, tudo bem? Vou te dá uma breve corre&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM