Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#58593
Na Constituição Federal Brasileira de 1988, em seu artigo,5°, garante a todos a liberdade religiosa. Entretanto, no cenário brasileiro atual é crescente a violência contra diferentes crenças religiosas. Com a diversidade encontrada no Brasil, é indubitável que virou comum a prática de injúria racial. Nesse sentido, no que tange à questão dos caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil, percebe-se a configuração de um grave problema, seja pelo preconceito, seja pelo fanatismo religioso.

Sob essa análise, é evidente que a prática de violência contra as crenças é causada pelo preconceito. Em 2019, das 354 denúncias a maior parte era de praticantes de religiões de matriz africana. Inquestionavelmente, o pensamento eurocêntrico contribui para que parte da sociedade cogite superioridade de uma crença sobre outra. Segundo João Paulo II, antigo papa católico, "a violência destrói o que ela pretende defender: a liberdade do ser humano".

Ademais, o fanatismo religioso, que é o fanatismo pela devoção incondicional, causa detrimento nas relações sociais, o pensamento de supremacia da sua doutrina, leva à falta de aceitação para com outros religiosos. Sendo assim, essa categoria de fanatismo contribui para os dados alarmantes da intolerância religiosa. Nesse caso, a prevalência de uma fé não deve existir, muito menos anular alguma religião.

Destarte, encontram-se problemas para combater a intolerância religiosa devido o preconceito e o fanatismo religioso. Para combater tal prática, cabe a sociedade repudiar e preterir qualquer ato antidemocrático de intolerância e, ao Ministério Público, promover ações jurídicas contra ofensas à diversidade religiosa, além de, o Ministério da Educação promover palestras e oficinas de trabalho para mitigar a violência contra crenças, com verba através do Governo Federal, para assim alcançar a liberdade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da língua portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. Seu texto apresenta estrutura sintática com certa organização, porém com muitos desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual, que comprometem a compreensão das ideias.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Alfabetização

No filme "Como estrelas na terra" &eacut[…]

NathaliaLima , olá, boa-noite! irei corrig[…]

Anninha , olá, boa-noite! irei corrigir su[…]

A vocação para o mercado de trabalho[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM