Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#42598
No Brasil, as religiões estão presentes nas culturas de todas as regiões. Tem influência sobre vários costumes e indivíduos. Há uma pluralidade de religiões no país e o problema se dá quando as pessoas começam a desrespeitar a religião de outras e isso evolui para brigas ou, no pior dos casos, morte de cidadãos brasileiros. Por isso, existe a necessidade de encontrar uma solução para esse problema.
O Brasil é um país laico há 122 anos, segundo a Constituição Federal. Mas ainda há registros de discriminação por religião em todo país. Em 2018, os estados que mais tiveram denúncias foi o Rio Grande do Norte, São Paulo e Rio de Janeiro, segundo a pesquisa feita pelo Correio Braziliense. Segundo a pesquisa feita pelo site Brasil Escola, a intolerância religiosa no Brasil, está ligada ao racismo, logo que a maioria das denúncias são feitas por vítimas adeptas de religiões africanas. É indignante ver esse tipo de preconceito, mesmo que as pessoas usem acessórios que pertencem a cultura e religião africana ou pratiquem atos, como pular sete ondas na virada do ano, sem saber a simbologia para as pessoas de religiões de matriz africana.
Mas não são apenas as religiões de matriz africana que sofrem esse preconceito, apesar de serem os mais afetados. Os católicos e protestantes registram juntos 5,6% das denúncias, segundo os dados levantados pelo Ministério de Direitos Humanos. Também foi notado, pela mesma pesquisa que 25% dos agressores são identificados como brancos e 9% dos casos ocorrem dentro de casa, ou seja, grande parte das ocorrências são a depredação de templos ou artigos religiosos.
Posto isso, nota-se que falta segurança nas ruas, pois se a tivesse, os ataques a templos iriam diminuir. Outra medida, que já foi tomada, a criação de uma linha telefônica gratuita para denúncias. Além disso, os líderes religiosos poderiam conscientizar as pessoas dentro das instituições. O governo também poderia desenvolver eventos, como palestras, em escolas e universidades, para alcançar um público maior. Além da fiscalização das leis, que já foram desenvolvidas, sobre intolerância religiosa.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Segundo o sociólogo polonês Zygument[…]

Os filmes "Tropa de elite e Tropa de elite 2:[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

Por favor, alguém pode fazer um coment&aacu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM