• Avatar do usuário
#74320
De acordo com o Art. 6 da Constituição Federal do Brasil de 1988, a educação é um direito de todos e dever da família e do Estado. No entanto, no que se diz respeito a evasão escolar no Brasil, vê-se que os estudantes ainda enfrentam obstáculos no decorrer de sua permanência na escola. Nesse âmbito, é lícito destacar como principal causa da problemática a falta de investimento governamental, esta que impulsiona a desigualdade social.

De fato, é nítido que a falta de investimento na educação contribue consideravelmente para a evasão escolar. Acerca dessa premissa, é possível apontar a respeito das estruturas precárias das instituições de ensino públicas, que por muitas vezes sofrem da falta de recurso, pois estão acomodando um número excessivo de alunos em suas instalações. Isso leva ao desânimo e desmotivação por parte dos alunos. Contudo, se houvesse aumento de verba direcionado às escolas, isso certamente daria aos estudantes perspectiva de futuro e levar ao aumento de interesse, já que frequentariam um ambiente cômodo, acessível e estimulador. Portanto, um direcionamento coerente de recursos pode fazer esse cenário florescer.

Ademais, a escarssez de recursos na educação e a consequente evasão escolar, promove o aumento da desigualdade social. Além disso, os alunos em vulnerabilidade econômica encontram dificuldades em concluir os estudos, visto que, por muitas vezes, a carência familiar os obriga a trabalhar precocemente, podendo os levar até mesmo ao caminho das drogas e da prostituição. Desse modo, a escola falha em possibilitar a chance desses jovens a conquistarem melhores condições de vida.

Logo, medidas são necessárias para resolver o impasse. Para isso, cabe ao Estado, na figura do Ministério da Educação, e por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, investir na construção de novas escolas em áreas carentes, além de melhorias nas infraestruturas das instituições já presentes e oferecimento de bolsas para alunos em vulnerabilidade econômica. Nesse sentindo, o intuito dessa ação é a queda das evasões escolares e o encorajamento aos estudos. Consequentemente, espera-se que cresça as oportunidades desses estudantes chegarem a boas condições de vida. Visto isso, o país dará um grande passo em favor da igualdade social.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Embora a Declaração Universal dos Di[…]

Olá, Bia. A sua redação n&at[…]

eurodrigo anasilva1 Bia2201 3m1ly Gi6[…]

eurodrigo Obrigado pela avaliaçã[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM