• Avatar do usuário
#70002
A constituição Federal de 1988,documento jurídico mais importante do país, prevê no seu artigo, 6° o direito a segurança, como inerente ao cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa, não tem se reverberado com ênfase, na prática, quando se observa os caminhos para combater a cultura do assédio no Brasil, dificultando, desse modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se a imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Em primeira análise deve-se ressaltar a negligência governamental para combater a cultura do assédio no Brasil, nesse sentido grande parte da população feminina do país relatam que sofrem ou já sofreram alguma maneira de assédio tanto no ambiente do trabalho como em áreas de lazer, essa conjuntura segundo o filósofo estruturalista John Locke configura-se, como uma violação do "contrato social", já que o estado não cumpre sua função de garantir os direitos indispensáveis dos cidadãos como à segurança, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais é fundamental a ponta as raízes históricas como o impulsionador da cultura do assédio no Brasil, pois o modo como os brasileiros são criados influência muito na sua vida adulta. Diante de tal exposto passa "elogios" para as mulheres nas ruas entre outros âmbitos são considerados como assédio. Logo é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esse obstáculo. Para isso é imprescindível que o ministério da segurança, por intermédio de fiscalização em meios de trabalho entre outras áreas, a modo de diminuir os assédios. Assim se consolidará uma sociedade mais segura para as mulheres, onde o estado desempenha corretamente seu "contrato social" assim como afirma Jonh Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

Muito se tem discutido, recentemente, acerca das d[…]

nycolas2005 , muito obrigada, fico feliz pela cor[…]

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio &aacu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM