Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#45854
Na série "Elite", Marina é uma adolescente soropositiva que contraiu HIV por meio de relações sexuais desprotegidas. Fora da narrativa, tal realidade está presente na vida de cada vez mais jovens brasileiros, problema que tem como causa a falta de educação sexual nas escolas e a lenta mudança na mentalidade social.

De início, é válido ressaltar que não ter educação sexual desde o ensino primário é um fator contribuinte com o problema. Sobre isso, segundo o filósofo Schopenhauer, os limites do campo de visão de uma pessoa determinam seu entendimento de mundo. Dito isso, pode-se concluir que se um estudante tiver aulas de educação sexual poderá entender mais amplamente o HIV e a AIDS, e, assim, se prevenir destes. No entanto, tais aulas não ocorrem nos colégios do Brasil, pois vão contra os valores de grupos conservadores, como religiosos, que têm influência na decisão da sua implementação.

Ademais, cabe destacar que o tabu e preconceito criado em cima desse assunto corroboram com o impasse. Acerca disso, de acordo com o sociólogo Durkheim, o fato social é a maneira coletiva de pensar. Nesse sentido, se a sociedade não debate abertamente sobre a transmissão do HIV/AIDS, o tema vira um tabu e crenças errôneas têm maior tendência de se espalharem, gerando preconceitos, o que se difunde entre a população. Logo, é necessário discutir a respeito de tal situação.

Portanto, medidas são necessárias para reduzir a transmissão de HIV e AIDS. Para isso, o Estado deve promover debates sobre esse tema a fim de mudar a mentalidade das pessoas sobre ele. Isso se dará por meio de palestras, que passarão na TV em horário nobre e contarão com a presença de especialistas sobre HIV e AIDS e vítimas dessas doenças. Assim, realidades como a de Marina, em "Elite", se tornarão cada vez menos frequentes no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Na obra “Utopia”, do escritor ingl&eci[…]

A constituição de 1988, documento ju[…]

No que se refere o estigma associado as doen&ccedi[…]

Atualmente, na sociedade em que estamos inseridos,[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM