Avatar do usuário
Por danielledcp
Quantidade de postagens
#113026
Conforme previsão da Carta Magna, o trabalho e a saúde são direitos fundamentais de todos os cidadãos do país e a saúde do trabalhador é um direito alicerçado no princípio da dignidade da pessoa humana. Entretanto, vem crescendo o número de afastamentos do trabalho devido ao esgotamento mental, o Burnout. Nesse sentido, destacam-se categorias profissionais especialmente afetadas por essa doença, que é fomentada por jornadas exaustivas e metas de produtividade humanamente inatingíveis.
Inicialmente, insta ressaltar que a doença de Burnout, incluída em 2022 como doença ocupacional na Classificação Internacional de Doenças, tem acometido especialmente categorias de profissionais das áreas de saúde, de segurança pública e da educação. Isso porque são trabalhadores constantemente submetidos a elevados níveis de estresse, pressão e responsabilidades em seus ambientes laborais. Logo, é imperioso aumentar o número de profissionais, principalmente, dessas áreas para que as jornadas de trabalho se tornem menos exaustivas e catalisadoras de Burnout.
Ademais, o capitalismo moderno das metas humanamente inatingíveis de produtividade também fomenta o aumento do número de casos de doentes por Burnout. Nesse contexto, o trabalhador, para garantir a manutenção do emprego e o cumprimento de metas impraticáveis e injustas, abdica de lazer, de prática de atividade física, de alimentação nutritiva, de passeios com a família e de eventos de socialização. Desse modo, a renúncia do bem-estar em prol de números sobre-humanos prejudica profundamente a saúde mental do trabalhador, o que pode ser irreparável.
Infere-se, portanto, a necessidade de que empresas e instituições públicas promovam programas que disponibilizem aos seus funcionários apoio psicológico, intervalos de descanso e de práticas desportivas e que estabeleçam metas humanizadas de produtividade e jornadas menos exaustivas. Desse modo, a dignidade da pessoa humana e o valor social do trabalho serão efetivamente colocados em prática como fundamentos para um país de trabalhadores mentalmente saudáveis.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
3294 Exibições
por OlrenBeat
2 Respostas 
517 Exibições
por juhmty
0 Respostas 
1177 Exibições
por glaswit
0 Respostas 
191 Exibições
por ellenkoch32
7 Respostas 
630 Exibições
por Sabina
Desafios para a Síndrome de Burnout
por gegehalc11    - In: Outros temas
0 Respostas 
88 Exibições
por gegehalc11
0 Respostas 
108 Exibições
por Fandangos
0 Respostas 
275 Exibições
por besourokafka
0 Respostas 
58 Exibições
por hellengesen
1 Respostas 
1625 Exibições
por Leite

O filme Pequena Miss Sunshine levanta uma critica […]

"O saber fornece meios para alterar o pan[…]

JoaoPedro72 Wesley529 Ana20rosa isas522 […]

A declaração Universal dos direitos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM