• Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por beatrix
Quantidade de postagens
#78404
O filme "O extraordinário" retrata a trajetória de um garoto, portador de uma má formação genética que, ao iniciar sua vida escolar, enfrenta o xingamentos por causa de sua aparência. Fora da ficção, de maneira análoga, o bullying- nome designado à prática repetitiva de violência física ou psicológica- abala a autoestima e a confiança dos indivíduos e atinge muitos jovens, no Brasil. Tal cenário reflete os preconceitos vigentes na sociedade e a banalização de de falas pejorativas e estereotipadas, principalmente, no ambiente escolar e familiar.
Em primeira análise, é notório que o bullying reverbera uma visão dotada de estigmas e discriminações que, socialmente, são normalizados e perpetuados. Ao encontro disso, segundo Florestan Fernandes o brasileiro possui preconceito de ter preconceito. Destarte, atos preconceituosos são enraizados na sociedade e são praticados em forma de piadas ou apelido contra determinados grupos sociais que não estão dentro de um padrão estético, comportamental ou intelectual. Dessa maneira, tais práticas dificultam a identificação do bullying como uma agressão que atinge a autoestima e autoconfiança das pessoas e permite que a problemática persista.
Por conseguinte, essas ações ofensivas ocorrem, majoritariamente, no âmbito escolar ou na própria casa da vítima. Nesse sentido, de acordo com o sociólogo Durkheim, a escola e a família são as bases da formação cidadã e sem o suporte delas a concretização da cidadania é falha. Logo, ao passo em que essas instituições sociais negligenciam o combate ao bullying esse tipo de violência torna-se mais frequente, bem como nutre o ciclo no qual uma vítima passa a agredir outras pessoas como forma de autodefesa, intensificando, assim, o imbróglio que prejudica tanto o desenvolvimento educacional quanto o social das crianças e dos adolescentes.
Em suma, é indubitável que o bullying deve ser combatidos. Para que isso, ocorra urge que o Ministério da Educação promova palestras sobre as consequências negativas geradas pela prática desse tipo de violência para a vítima e para toda a população. Tal ação tem como finalidade conscientizar os brasileiros por meio de discursos didáticos, de educadores e psicólogos. Desse modo, a triste realidade vivida pelo protagonista do longa-metragem "O extraordinário" será minimizada no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Geralmente, quando se comete um crime considerado […]

No Brasil, os desafios para a atenuaç&atild[…]

Trabalho infantil no Brasil

Não é recente o trabalho infantil no[…]

A violência doméstica

No documentário "Cenas de um homic&iac[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM