Avatar do usuário
Por Hyque
Quantidade de postagens
#129813
O Código de Defesa do Consumidor (CDC), instituído em 1990, representa um marco significativo na proteção dos direitos dos consumidores no Brasil. Contudo, apesar dos avanços conquistados nas últimas décadas, desafios persistem, impedindo a plena eficácia dessas garantias. Assim, a falta de fiscalização efetiva e a influência das grandes corporações são fatores determinantes que ainda dificultam a realização plena dos direitos dos consumidores.

Primeiramente, a falta de fiscalização efetiva compromete a aplicação das normas previstas no CDC. Nesse sentido, segundo o jurista brasileiro Miguel Reale, o direito só se realiza plenamente quando há instrumentos eficazes para sua implementação. Em vista disso, a ausência de uma estrutura robusta de fiscalização resulta na impunidade de empresas que desrespeitam os direitos dos consumidores, o que, por sua vez, garante a insuficiência de órgãos como o PROCON, onde muitas vezes são limitados por falta de recursos e pessoal, agravando a situação e, consequentemente, práticas abusivas, como a publicidade enganosa e a venda de produtos de qualidade inferior, continuam a ocorrer, prejudicando a confiança dos consumidores. Desse modo, é crucial que o governo invista em reforçar os mecanismos de fiscalização para garantir o cumprimento efetivo das leis de proteção ao consumidor.

Ademais, a influência das grandes corporações sobre o mercado e, por vezes, sobre a legislação, constitui um desafio significativo para a defesa dos direitos dos consumidores. Nesse contexto, de acordo com o sociólogo Max Weber, o poder econômico pode distorcer o funcionamento das instituições sociais e políticas. A esse respeito, no Brasil, a capacidade de lobby das grandes empresas muitas vezes resulta em legislações que favorecem mais os interesses corporativos do que a proteção dos consumidores. Além disso, essas corporações frequentemente utilizam seu poder econômico para evitar punições ou prolongar disputas judiciais, tornando a busca por justiça um processo desgastante e caro para os consumidores. Isso cria um ambiente de desigualdade, onde os direitos dos consumidores são continuamente ameaçados pela força das grandes empresas.

Portanto, é necessário implementar medidas concretas para superar esses desafios e fortalecer os avanços no direito do consumidor no Brasil. Para isso, cabe ao Ministério da Justiça, em parceria com entidades de defesa do consumidor e a sociedade civil, elaborar um programa nacional denominado "Consumidor Forte". Dessa forma, Esse projeto deve incluir a criação de mais unidades do PROCON em todo o país, com financiamento adequado para garantir sua operação eficiente. O programa também deve prever a realização de campanhas educativas para informar os consumidores sobre seus direitos e os mecanismos disponíveis para protegê-los. Nessa perspectiva, Utilizando recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD), essas ações visam fortalecer a aplicação do CDC e garantir que os direitos dos consumidores sejam plenamente respeitados.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido.
Avatar do usuário
Por Zenebra
Quantidade de postagens Amigos
#129827
- Algumas repetições de palavras/artigos, mais de 3 vezes.
- A palavra "lobby" é um estrangeirismo, então tem que ter um significado ou tradução.
- O desenvolvimento 1 está com a conclusão incorreta (você deveria concluir o pensamento e não dar uma proposta, porque a proposta é para a conclusão da redação).
- Faltou retomar os dois argumentos na conclusão.
- A sigla correta é FDDD.

Sua redação é muito boa, apenas erros básicos, muito bem estruturada.

Vou deixar o modelo de redação do ENEM para caso você tenha dúvidas ou se confuda com as conclusões de desenvolvimentos e conclusão da redação:

ESTRUTURA DA REDAÇÃO DO ENEM

1-INTRODUÇÃO (1 parágrafo)

A-contextualização (repertório sociocultural) (no máximo 3 linhas):

B- tema (palavras-chaves)(no máximo 1 linha)

C-tese + 2 argumentos (2 problemas) (podem ser causas ou consequências) (no máximo 3 linhas)

2- DESENVOLVIMENTO (2 parágrafos)

1º parágrafo: Defender o 1º argumento da tese (problema 1)

A--tópico frasal (no máximo 2 linhas):

B- explicação (argumento)(no máximo 3 linhas)

C- exemplificação (repertório sociocultural)(no máximo 3 linhas)

D-conclusão (no máximo 2 linhas):

2º parágrafo: Defender o 2º argumento da tese (problema 2)

A-tópico frasal(no máximo 2 linhas):

B- explicação (argumento)(no máximo 3 linhas):

C- exemplificação (repertório sociocultural) (no máximo 3 linhas):

D- conclusão(no máximo 2 linhas):

3- CONCLUSÃO (1 parágrafo)

A- conectivo (no máximo 1 linha)

B- retomada dos dois problemas citados na tese e defendidos no desenvolvimento (no máximo 1 linha)

C-proposta de intervenção:

1- Quem vai resolver o problema? (agente)(no máximo 1 linha):

2- O que será feito? (ação)(no máximo 2 linhas):

3- Como será feito? (modo)(no máximo 2 linhas):

4- Para quê? (efeito) (para resolver os dois problemas citados na tese e defendidos no desenvolvimento)(no máximo 2 linhas):
3
Avatar do usuário
Por Amandx193
Quantidade de postagens
#129861
@Hyque

Em concordância com o que já foi corrigido aqui, quero deixar apenas mais uma observação para o seu desenvolvimento: os elementos da proposta de intervenção precisam estar explícitos.

Vê-se que você trouxe o agente de intervenção, a ação e o detalhamento, mas, por outro lado, não consegui enxergar na sua conclusão o modo/meio, tampouco a finalidade. Pode ser até que você os tenha colocado, mas eles não ficaram explícitos, claros, evidentes...
Mas quero deixar uma dica pra você:

1. Use palavras que deixem evidente a presença de cada elemento que compõe a sua proposta de intervenção. Para modo/meio, por exemplo, você pode usar palavras como "por meio de..." ou "por intermédio de...". Para finalidade, pode-se utilizar "a fim de que...", "com fim de..." ou ainda "com o intuito de...".

Como disse anteriormente, pode ser que você os tenha colocado, mas eu não consegui indentificá-los, e, portanto, talvez o corretor não os enxergasse também e você, infelizmente, perderia pontos na sua competência 5.

Beijos! ❤️
2
Avatar do usuário
Por Felipe082
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador
#130040
Oi, @Hyque. Meus parabéns pela excelente redação!
Além do que foi observado pelo @Zenebra e pela @Amandx193, notei que o pronome relativo "onde" foi usado de maneira inadequada no D1, pois não há uma ideia de lugar físico. Acredito que o correto seja o seguinte: "o que, por sua vez, garante a insuficiência de órgãos como o PROCON, os quais muitas vezes são limitados por falta de recursos e pessoal". Outra opção seria esta: "o que, por sua vez, garante a insuficiência de órgãos como o PROCON, cuja atuação muitas vezes é limitada por falta de recursos e pessoal". Caso eu não tenha entendido o sentido que você pretendia transmitir, fique à vontade para me corrigir.
Além disso, não considero o "assim" o melhor conectivo para introduzir os argumentos na introdução, uma vez que se trata de uma informação nova, que não pode ser extraída logicamente do que foi exposto antes. No entanto, a razão pela qual eu reduzi a sua nota na C4 não foi essa, mas sim o uso inadequado do "onde".
Na C5, só identifique os cinco elementos na segunda leitura. O trecho "utilizando recursos do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDD)" até funciona como meio, mas acho menos arriscado usar expressões como "por meio", "por intermédio" e "mediante".
Qualquer dúvida, estou à disposição ;)
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
4 Respostas 
296 Exibições
por OlrenBeat
1 Respostas 
144 Exibições
por Zenebra
1 Respostas 
295 Exibições
por Zenebra
0 Respostas 
5650 Exibições
por gabit55
0 Respostas 
1611 Exibições
por gabilac
4 Respostas 
482 Exibições
por 4nn4izabel
0 Respostas 
200 Exibições
por Xamu
2 Respostas 
182 Exibições
por PedroAlex
0 Respostas 
112 Exibições
por Carlooss83
0 Respostas 
121 Exibições
por Onbatata

No século XX, surgiu a terceira Revolução Industri[…]

Após a pandemia no Brasil houve queda nos índices[…]

A obra "Abaporu", da pintora Tarsila do […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM